Piracicaba apresenta queda nas internações em UTI

Foto: Arquivo/JP

A Secretaria de Saúde de Piracicaba registrou ontem (19) a menor taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados a pacientes com covid-19, desde o início do ano. Segundo os dados divulgados pela prefeitura, no SUS (Sistema Único de Saúde) o percentual ocupado ficou em 37%, enquanto na rede privada foram ocupados 26%. Já as enfermarias, a ocupação ficou em 30% no SUS e 57% na rede privada.

Nesta quinta-feira, Piracicaba registrou mais quatro mortes por covid-19, sendo três mulheres de 50, 58 e 81 anos e um homem de 40 anos de idade. Ontem, o número de casos positivos aumentou em 61, totalizando 66.183 infectados pelo novo coronavírus. O número de suspeitos subiu para 1.831, descartados somam 101.585 e recuperados chegam a 63.889. Em Piracicaba, 966 pessoas em tratamento contra a covid-19 e 1.328 pessoas perderam a vida para a doença.

NO ESTADO
A queda da txa de ocupação da UTI em Piracicaba, segue a tendência do Estado de São Paulo, que ontem registrou o menor número do ano de pacientes internados em UTI por covid-19. Foram menos de 4 mil pessoas assistidas em leitos de terapia intensiva, segundo informou o governo paulista.

A última vez que São Paulo esteve abaixo deste nível foi no dia 29 de novembro de 2020, 263 dias atrás. O Estado chegou a registrar mais de 13 mil pessoas internadas em UTI em abril, pico da segunda onda da pandemia. O número total de hospitalizados ontem estava abaixo de 8 mil, sendo 3.887 em enfermarias e 3.979  em Terapia Intensiva.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × cinco =