Piracicaba aumenta em 17% consumo de energia elétrica

CPFL dá dicas para o cidadão economizar energia. (Foto: Amanda Vieira/JP)

Um levantamento da CPFL Paulista, distribuidora que atende 4,5 milhões de clientes no interior de São Paulo, o consumo de energia cresceu 15% entre setembro e outubro deste ano na média das 234 cidades da sua área de atuação.

Segundo a empresa, o incremento é decorrente das altas temperaturas registradas no interior de São Paulo, resultando na maior utilização de aparelhos como ar-condicionado, chuveiros e refrigeradores.

Somente nas cinco maiores cidades da região de Piracicaba, os clientes da empresa consumiram 22,4 mil megawatts-hora de energia a mais no mês passado na comparação com setembro. Na média, o aumento foi de 16%. O montante seria suficiente para abastecer 9,3 mil novas residências pelo período de um ano.

Piracicaba, Americana e Sumaré foram os municípios que registraram a alta mais intensa, com uma ampliação de 17% no uso da energia. Em seguida, estão Hortolândia e Santa Bárbara d’Oeste.

DICAS

Para auxiliar o consumidor, a CPFL Paulista orienta quanto a mudanças de hábito que ajudam a reduzir o consumo de energia elétrica. Uma dica importante a ser sempre observada pelos clientes no momento de comprar um eletrodoméstico é procurar o Selo Procel, que mostra o nível de eficiência energética dos equipamentos.

O consumidor deve optar pelos equipamentos com selo A, que sinaliza que o produto possui um elevado nível de eficiência no consumo energético. Isso serve para qualquer eletrodoméstico, como geladeira, ar-condicionado ou uma televisão.

Além do ganho financeiro para o consumidor, a economia no consumo de energia também beneficia o meio ambiente. “O uso consciente dos recursos naturais ajuda a reduzir a demanda por energia e, consequentemente, evita a sobrecarga do sistema, o que pode levar, por exemplo, ao acionamento de usinas termelétricas, que são mais caras e poluentes. Todos saem ganhando quando a energia elétrica é utilizada de forma consciente”, reforça Roberto Sartori, Presidente da CPFL Paulista.

Da Redação