Piracicaba bate novo recorde e registra 113 novos casos de covid-19 neste sábado

A Secretaria Municipal de Saúde, acaba de atualizar a situação da pandemia covid-19 em Piracicaba. Neste sábado, 06 de junho, a cidade bateu novo recorde de casos confirmados: 113 positivados, sendo 65 homens e 48 mulheres

Com as confirmações de hoje, Piracicaba contabiliza 891 casos confirmados, 281 casos suspeitos, 1863 casos descartados, 544 casos recuperados, 307 pessoas em tratamento e 40 óbitos.

ESTADO DE SÃO PAULO
Na sexta feira (5), O Estado de São Paulo registrava 8.842 mortes e 134.565 casos confirmados pelo novo coronavírus. Entre as pessoas diagnosticadas com a covid-19, 24.616 foram internadas, curadas e tiveram alta hospitalar.

Dos 645 municípios do território paulista, houve pelo menos uma pessoa infectada em 549 cidades, sendo 283 com um ou mais óbitos. As taxas de ocupação dos leitos de UTI mantêm-se estáveis, com 80,5% na Grande São Paulo e 71% no Estado. O número de pacientes internados é de 12.231, sendo 7.700 em enfermaria e 4.531 em unidades de terapia intensiva.

PERFIL DA MORTALIDADE

Entre as vítimas fatais estão 5.110 homens e 3.732 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 73,2% das mortes.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,2% dos óbitos), diabetes mellitus (42,9%), doenças neurológica (11,1%) doença renal (10,5%), pneumopatia (9,2%). Outros fatores identificados são obesidade, imunodepressão, asma, doenças hematológica e hepática. Esses fatores de risco foram identificados em 7.128 pessoas que faleceram por covid-19 (80,6%).

BRASIL

O balanço divulgado ontem (5) pelo Ministério da Saúde mostra que nas últimas 24 horas foram registrados mais 1.005 óbitos por covid-19 no Brasil. Nesse período, foram confirmados mais 30.830 casos da doença e 11.977 recuperados.

De acordo com a atualização em tempo real da Wordometer.info, às 16h deste sábado, o País já registrava a 651.980 pessoas infectadas e 35.211 óbitos. Em 24 horas foram mais 30.136 novos casos e 1.008 mortes no Brasil, que hoje ocupa o 3º lugar em número de mortes e o 2º lugar em número de casos em todo o mundo.

MUNDO

No planeta, de acordo com a Wordometer.info, até às 16h deste sábado havia mais de 6,9 milhões de positivados e 400 mil mortes, o que daria para exterminar uma cidade como Piracicaba, por exemplo.

Fernanda Moraes
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × um =