Piracicaba chega a 71 mil casos e enfermarias da rede pública tem ocupação de 90% e UTI chega a 53%

Foto: Alessandro Maschio/JP

Nesta sexta-feira (7), foram confirmados 216 novos casos

A Secretaria da Saúde de Piracicaba registrou nesta sexta-feira (7) 216 casos de covid-19 na cidade, elevando para 71.020 infectados pelo novo coronavírus. A cidade não registrou mortes pela doença e o numero de óbitos se mantém nos 1.398 desde o início da pandemia. Ontem, a taxa de ocupação da enfermaria na rede pública chegou a 90% enquanto os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ficaram ocupados em 53%.

Já no setor privado, a ocupação da UTI ficou em 10% e as enfermaria ficaram ocupadas em 38%. De acordo com os dados da Secretaria de Saúde, Piracicaba tem 346 casos suspeitos de covid-19, 116.946 casos descartados, 68.652 pacientes recuperados e outros 970 em tratamento contra a doença.

Entre os 216 diagnósticos positivos desta sexta, estão 86 homens com idades entre três e 80 anos e 130 mulheres de quatro a 81 anos de idade.

CUIDADOS
A Secretaria de Estado da Saúde está reforçando as orientações à população para enfrentar a disseminação do vírus influenza, causador da gripe. A principal delas é o uso correto de máscaras, que além de ser obrigatórias em todo estado, protegem contra infecções dos vírus respiratórios, como a Influenza e Covid-19. O balanço acumulado até dezembro de 2021, aponta 2.031 casos e 71 óbitos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) por Influenza. 85% dos casos e 77% dos óbitos estão concentrados em novembro e dezembro. Durante os últimos dois meses, houve a circulação a nova cepa de Influenza denominada A (H3N2 – Darwin), identificado posteriormente à campanha anual de imunização.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 + quinze =