Piracicaba é a segunda cidade do Brasil com mais em startups

Pequenas empresas voltadas à tecnologia para o campo são destaques em ranking nacional

Ao lado da Capital paulista, Piracicaba é a cidade com maior número de startups voltadas ao agronegócio no Brasil. O ranqueamento será divulgado nesta semana pelo Radar Agtech Brasil 2020/2021. A pesquisa anual é elaborada com a parceria entre a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), SP Ventures e Homo Ludens Research and Consulting com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ao todo, o País conta com 1.574 startups atuando no agronegócio. Piracicaba passou de 41 para atuais 50 startups. Num comparativo com o levantamento de 2019, essas empresas de inovação tiveram crescimento, em número, de 40% em todo território nacional. Confrontando as duas últimas pesquisa, o Estado de São Paulo manteve a liderança em quantidade de agtechs, com 48% do total. A capital paulista, classifi cada como o 18º ecossistema de startups do mundo, pelo estudo StartupBlink 2020, contribui com 22% do total das startups mapeadas. Os ecossistemas de startups envolvem universidade, centro de pesquisa e empresas.

Por definição, as startups é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza, defi ne o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Entretanto, mesmo com dúvidas, o aumento de startups tem sido abraçado por grandes empresas com muito sucesso, como é o caso do hub da Raízen. Essas pequenas empresas de tecnologia para o meio rural são uma evolução do trabalho no campo. Antes, a mão de obra in loco era fundamental. Hoje, máquinas e softwares substituem com maior efi – ciência a percepção humana. Além da adoção de técnicas avançadas, a mudança no setor de agronegócio vem para contornar o problema da efi ciência na produção de alimentos porque há estimativas de a população dobrar até 2050. O maior consumo impactaria os recursos ambientais e geraria um maior nível de poluição.

DELIVERY DE ABELHAS

O potencial de Piracicaba para receber agtechs atraiu recentemente a a Agrobee, que passa a ser uma startup residente do Gazebo, que fi ca em Piracicaba. Em processo de instalação na cidade, o hub de inovação é da Koppert, o primeiro do Brasil especializado em controle biológico para cultivos. De acordo com o CEO da AgroBee, Guilherme Sousa, a união entre o controle biológico Koppert e as tecnologias de polinização assistida e inteligente da empresa podem gerar um enorme impacto no campo, trazendo produtividade e sustentabilidade para as lavouras brasileiras.

Cristiane Bonin

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 + dezesseis =