“Piracicaba é uma cidade privilegiada”, diz diretora presidente da Mirante

“O modelo de negócio implementado por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada) é uma das alternativas viáveis para minimizar o atual déficit do setor de saneamento no país”. A afirmação é da diretora presidente da concessionária Mirante, responsável pelo esgotamento sanitário do Município por meio de uma PPP firmada com o Semae. “Prova disso é que Piracicaba tem servido como fonte de estudo e costuma atrair visitantes que transitam entre a esfera local, nacional e internacional”, diz Silvia.

De acordo com a diretora presidente, “Ao analisarmos o panorama nacional do saneamento, vemos que Piracicaba é uma cidade privilegiada, em que há uma estrutura de qualidade para atender a demanda dos próximos anos. Grande parte desse cenário se dá, principalmente, pelo esforço e estratégia adotados no início da concessão, que possibilitaram a evolução do município no sistema de esgotamento sanitário”.

Os primeiros dois anos da PPP (Parceria Público-Privada) entre a Mirante e o Semae foram marcados pela intensificação de vários projetos. À época, a concessionária, responsável pelo esgotamento sanitário de Piracicaba, colocou em prática um planejamento ousado, que englobou um aporte financeiro significativo para a execução de um pacote de obras voltado à ampliação e modernização das unidades operacionais, assim como um corpo técnico dedicado e engajado na busca das melhores soluções de engenharia e comprometido com o prazo desafiador estabelecido pelo Semae no processo licitatório.

Desde o início da PPP, foram realizadas intervenções em 18 unidades operacionais e a execução de 30 projetos, entre implantação de novos sistemas e ampliação e modernização das unidades operacionais e sistemas existentes.

Numa primeira etapa, o pacote de obras englobou a construção de duas estações de tratamento de esgoto, nove elevatórias e quatro coletores troncos, implantados com o objetivo de acompanhar a expansão e o crescimento vegetativo dos bairros Anhumas, Artemis, Colinas de Piracicaba, Guamium e Lago Azul. Já na parte de modernização, os projetos foram aplicados em vários trechos do município e continuam a ser implementados.

A estratégia adotada pela concessionária deu certo e, com a conclusão das obras, finalmente o município alcançou a universalização do tratamento de esgoto e passou a integrar um seleto grupo das cidades mais bem saneadas do país. Os resultados registrados pelo município hoje, são reflexos dos investimentos realizados nos primeiros anos da concessão.

O pacote de melhorias incluiu a ampliação das estações de tratamento Artemis e Anhumas e as estações elevatórias Guamium I, II e III, Corumbataí I e II, Colinas de Piracicaba, Lago Azul, Artêmis e Anhumas I. Além disso, foram modernizadas e melhoradas as elevatórias Santa Inês I, Santa Olímpia II, Santa Silvia, Santana I, II, III, IV, V, VI, VII, Tanquinho, Vale do Sol I e II, Ibitiruna e Vila Belém.

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

10 + 6 =