Piracicaba é uma das 62 cidades com alerta de reforço

Foto: Amanda Vieira/JP.

Piracicaba está entre as 62 cidades do Estado de São Paulo com alerta de reforço da pandemia de covid-19. O governador João Doria (PSDB) anunciou ontem que a partir de hoje todo o Estado retorna à fase 3 amarela do Plano São Paulo de quarentena. O tucano agendou uma videoconferência para esta terça-feira com prefeitos dos 62 municípios que apresentaram maiores taxas de aumento de internação e ocupação de leitos por pacientes contaminados pelo coronavírus. Autoridades estaduais e municipais vão discutir medidas adicionais e conjuntas de controle da pandemia.

Na semana passada, A Vulgilância Epidemiológica de Piracicaba informou que a taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e enfermaria por pacientes de covid-19 estava em 45%.

Além de Piracicaba, participarão da videoconferência, os prefeitos de Cosmópolis, Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré e Sorocaba.

“Faremos essa reunião com os 62 prefeitos com o objetivo de melhorar o controle da pandemia nesses municípios e oferecer a eles, se necessário, apoio para que possam proceder com as orientações do Governo de São Paulo”, afirmou o governador.

As cidades destacadas possuem mais de 70 mil habitantes e apresentam, segundo última atualização realizada em 28 de novembro, ocupação média de leitos acima de 75% ou aumento de internações em mais de 10%, na comparação dos últimos sete dias com o mesmo período anterior.

MORTOS E INFECTADOS

A Secretaria de Saúde de Piracicaba registrou, nesta segunda-feira, duas mortes em razão da covid-19. As vítimas são um homem de 42 e uma idosa de 94 anos. Com os óbitos, número de vitimas fatais de covid-19 no município aumentou para 378.

Em relação aos infectados pela, foram mais 100 pessoas nas últimas 24 horas, sendo 54 mulheres (com idade entre 09 e 80 anos) e 46 homens (entre 16 e 81 anos), elevando o número de contaminados para 18.651.

FASE 3 – AMARELA

A mudança para fase amarela anunciada pelo Governo do Estado foi justificada pelas pioras nos índices epidemiológicos da covid-19. A mudança altera o horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais e, de acordo com o governador, não determina o fechamento de bares, restaurantes, escolas ou comércio.

Retornam para a fase amarela as regiões atualmente na Fase 2 Verde, segunda menos restritiva: a Região Metropolitana de São Paulo bem como a Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e Taubaté. Permanecem na fase amarela Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Franca, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, os dados do dia 16 de novembro apontavam para uma presença de 89% da população do Estado na fase verde.

Segundo Doria, a próxima atualização do Plano São Paulo está prevista para acontecer no próximo dia 4 de janeiro de 2021. A última atualização havia sido feita pelo Governo do Estado em 9 de outubro.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

1 COMENTÁRIO

  1. Incrível como esse vírus é inteligente. Só ataca escolas (alunos), lojas, restaurantes. Escolas nos dias de votação ele nem aparece, não precisa de álcool gel e nem de termômetro. Hipocrisia!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezesseis − dois =