A ação é uma iniciativa do Festival Paredes Vivas, que convida dois artistas locais para produzir graffitis gigantes com o objetivo de chamar a atenção para a pauta ambiental e social. (Foto: Divulgação)

A partir de segunda-feira (19) até 15 de novembro, a cidade recebe o Festival Paredes Vivas. Um projeto que utiliza da arte urbana como ferramenta de conscientização ambiental e social. O projeto convida artistas locais para pintar dois grandes murais de graffiti em empenas (paredes laterais) de prédios.

O primeiro deles é assinado por Sarah Soares, na empena do Edifício Metrópole, situado na Rua Alfredo Guedes, 2020. Já o segundo, assinado por Diógenes Moura, tem início em 02 de novembro, localizado  próximo ao Alto do Mirante, no Edifício Fecchio, na Av. Rui Barbosa, 126. 

Para Sarah, Piracicaba é uma cidade que tem poucas mulheres que pintam na rua, então se representar como personagem dos seus próprios murais é uma forma de encorajar outras mulheres a fazer o que elas têm vontade, mesmo que isso seja coisa de homem. “Como artista visual, entendo o graffiti como uma forma de nos comunicarmos com a cidade, já que com ele, conseguimos trazer reflexões sobre temas tão importantes para a sociedade de maneira livre e acessível, ainda que crítica.”, disse Sarah.

O Festival tem como objetivo a missão emergência ambiental e social, por isso vai disponibilizar uma série de cinco vídeos aulas, sobre a temática ambiental e arte urbana, com acesso gratuito para toda a comunidade escolar nesse link: www.festivalparedesvivas.com.br   

Para Pedro Frazão, coordenador do projeto, a proposta é à consciência, educação e sustentabilidade. O projeto segue três formas: valorização da cultura local, transformando as paredes em um espaço mais colorido e levar essa reflexão para dentro da sala de aula. “Essa é nossa forma de chamar a atenção das pessoas ao problema, convidá-las à reflexão e capacitá-las para repensar e potencializar suas ações e hábitos”, explica o coordenador do projeto.

Além de Piracicaba, o Festival Paredes Vivas percorre, até dezembro, mais três cidades do Estado de São Paulo: Cotia, Jundiaí e capital paulista. 

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × 1 =