Piracicaba lidera o número de ocorrências registradas pelo 190

Cidade contabilizou 2.903 ocorrências registradas somente em junho de 2020 (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Piracicaba liderou a quantidade de ocorrências registradas nos 52 municípios que fazem parte do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior). De acordo com último levantamento realizado pela corporação em junho de 2020, a cidade totalizou 2.903 ocorrências, seguidas pelas cidades de 2.883 de Sumaré e 2.374 deHortolândia. O número de ligações recebidas pelo Copom (Centro de Operãções da Polícia), que administra o telefone 190 é bem maior, pois no mês mês foi registrado 4.060 ligações por dia, tendo uma média mensal de 112.102.

O Copom está sediado no CPI-9 de Piracicaba, cuja regionalização começou em 2009.

O comandante do CPI-9, coronel Willians de Cerqueira Leite Martins enfatizou que O Copom faz parte de uma grande estrutura de suporte para a atividade policial militar. Conta com tecnologia avançada à disposição dos policiais militares que estão nas ruas proporciona acesso a informações relevantes em tempo real e auxilia no direcionamento das ações diante de ocorrência policial ou demanda decorrente do serviço de preservação da ordem pública. “Os resultados de aplicação de trabalhos científicos como é o caso do Diagnóstico Evolutivo Geoponderado voltado a municípios do Interior, apresentado no Programa de Doutorado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública no Centro de Altos Estudos de Segurança “ Coronel PM Nelson Freire Terra” em 2015, é a aplicação do policiamento da forma mais racional possível”, disse o comandante.

O coordenador do Copom, capitão Paulo Augusto dos Santos Colussi informou que o setor segue padrões de organização e funcionamento, oferece serviços de qualidade para o atendimento das chamadas 190, bem como para o despacho das viaturas no policiamento. “A regionalização, além de atender os pressupostos técnicos de melhorar a cobertura e a qualidade de atendimento à população, tem o condão de remanejar o efetivo excedente para o policiamento”, disse Colussi.

De acordo com o coordenador, no mesmo período tiveram maior incidência os cadastros de perturbação do sossego público, com uso da ferramenta web (24,4%), desinteligência (16,77 %), averiguação de atitude suspeita (9,3%), entorpecente (3,42 %) e infração na direção de veículo (3,2%).

PANDEMIA
Diante do cenário causado pela covid-19, a PM vem adotando alguns procedimentos como a sistematização da utilização de máscaras e produtos de assepsia para todos integrantes do COPOM, por meio da distribuição dos materiais e treinamento para seu uso; higienização, a cada troca de usuário ou início de turno de serviço, das estações de trabalho e equipamentos de informática; higienização periódica dos sistemas de climatização e refrigeração; – manutenção de portas e janelas abertas e disponibilização de sabonete líquido nos sanitários; realização das revistas da tropa em ambientes abertos, permitindo o distanciamento entre os policiais.

EMERGÊNCIAS
“Orientamos que o telefone 190 é para ser utilizado em situações de emergência (fatos que estejam ocorrendo no qual a intervenção policial imediata é importante). Para denúncias pode-se utilizar o telefone 181. É possível denunciar fatos relacionados com homicídio doloso, latrocínio, roubos, furtos, tráfico de drogas, procurados, por exemplo.

Cristiani Azanha

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

8 + 20 =