Piracicaba mais planejada e com qualidade de vida para todos

Planejamento e otimização de recursos na saúde, educação, assistência, saneamento, transporte, habitação, entre outros. /Fabrice Desmonts.

A engenheira agrônoma Nancy Thame, 61 anos, é a candidata do PV à Prefeitura de Piracicaba. Nascida em Lucélia (SP) ela também é bacharel em direito, pós-graduada em ciência política e gestão ambiental.

Nancy está concluindo o primeiro mandato como vereadora, foi  diretora de Parques, Jardins e Horto Municipal em Presidente Prudente, chefe de Treinamento de Engenharia Agrícola no Ministério da Agricultura.

Ela encabeça a chapa que tem o o corretor de imóveis e ex-vereador Bruno Prata, 73 anos, como vice.

Como a senhora assume a prefeitura durante a pandemia de covid-19, quais serão as medidas adotadas por sua administração diante da situação da saúde pública?

Combater fortemente a Covid-19, mobilizando a Secretaria de Saúde, órgãos de saúde e instituições da sociedade em um comitê de crise para definir ações imediatas, buscando recursos e meios para a cura. Vamos usar o potencial que a saúde tem em Piracicaba e evitar o risco de uma reinfecção, buscando trazer a vacina para toda a população. Também fazer a testagem em massa, pois a Saúde recebeu recursos para o enfrentamento da Covid-19 e vamos usá-lo nesse enfrentamento.

A cidade de Piracicaba enfrenta problemas no abastecimento de água. Quais suas propostas para essa questão? Está em seu programa de governo a privatização do Semae?

A falta de água reflete a ausência de planejamento no município e é um dos focos das nossas propostas. Recentemente entramos com uma emenda na Câmara para que se diminua a perda de água no município, que chega a 50% da água tratada. Vamos diminuir as perdas e planejar com investimentos adequados. Muitos bairros cresceram sem planejamento das redes de água e é preciso diagnóstico e análise de toda a rede de distribuição. Vamos coordenar e fiscalizar os serviços e as tarifas do Semae, com atenção às necessidades de modernização do abastecimento de água, redução de perdas e programas de controle da poluição do sistema hídrico (rios, ribeirões e nascentes), gestão de resíduos sólidos e captação e tratamento das águas e esgoto.

 Atualmente o tratamento do esgoto é prestado por um contrato PPP (parceria público privada). Se eleita a senhora pretende manter essa forma de contrato? Em caso negativo, qual sua proposta?

Vamos contar com a parceria público privada, especialmente nos serviços que não estão funcionando a contento, mas com o cuidado de manter a transparência dos contratos.

O transporte público é outro serviço que tem sido alvo de críticas dos usuários. Quais suas propostas para o setor?

Precisamos investir no transporte público, pois é um direito do cidadão, e pensar em novas formas de transporte, mobilidade regional e outros recursos. É importante intensificar novas formas de transporte, energia limpa, além de privilegiar bairros com mobilidade para ciclistas e calçadas onde o pedestre possa caminhar com mais segurança. É um conjunto de ações dentro de um programa de mobilidade e temos que ter um plano respeitado e aplicado para o nosso município.

Com a pandemia de covid-19 empresas e comércio fecharam as portas ou reduziram a produção, algumas demitiram funcionários. Como retomar a produção, incentivar o comércio e atrair empresas para Piracicaba?

Poderíamos estar numa situação melhor, num prazo mais curto. Precisamos de um estímulo principalmente aos pequenos produtores e empreendedores. Devemos ativar a economia circular e a economia local. Por exemplo, na área de alimentos, Piracicaba só produz 9% do que consome. Precisamos impulsionar os trabalhadores do nosso próprio município. Nesse cenário, é de suma importância a construção de uma agenda para dinamizar a economia por meio da inovação, melhoria do ambiente de negócios e redução da insegurança jurídica e das incertezas regulatórias. Trabalharemos para garantir a retomada econômica, que necessita da articulação entre o setor público, os investimentos privados e a participação ativa da sociedade.Estimularemos projetos de economia colaborativa inovadora e solidária, promovendo o desenvolvimento local, que reúne atividades com startups, novas tecnologias, indústria reversa e energia.

Em seu plano de governo, quais áreas são prioridades e, de forma bem resumida, quais as propostas para elas?

Transporte tem a ver com economia, mobilidade, planejamento e cultura. É um conjunto, tudo tem a ver com tudo. Precisamos de emprego e melhorias na saúde, onde vamos abrir novos postos, fortalecer o médico de família e saúde preventiva. Pensar numa cidade mais planejada e com qualidade de vida e oportunidades para todos é pensar na intersetorialidade. Ou seja, as áreas estão interligadas e exigem uma visão mais ampla e articulada do todo.

Pretende aumentar (ou manter) a verba para a OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba)?

A Orquestra Sinfônica de Piracicaba é importantíssima e deve ser mantida, assim como todas as manifestações artísticas do município, como a cultura musical de grupos maravilhosos e artistas que também merecem um respaldo e um diálogo para uso do orçamento e para a busca de mais recursos. Nosso município é muito rico em cultura, a gente descobre a cada dia pérolas dentro desse contexto. Precisamos motivar a música com os jovens, motivar tanto a cultura quanto o esporte dentro dos bairros, para que sejam uma opção e tragam novos caminhos para a juventude.

Como pretende melhorar a segurança na cidade?

No nosso governo, pretendemos desenvolver uma política de segurança pública com transversalidade e multidisciplinaridade ampla e diversa. Na busca desses eixos temáticos, pretendemos realizar uma conferência anual de Segurança Pública Municipal, onde os munícipes poderão discutir, propor, colaborar e compreender os desafios, propostas e metas a serem alcançadas. A construção coletiva de políticas públicas é fundamental para que a população tenha conhecimento dos obstáculos e suas formas de superação. A valorização dos profissionais do setor de segurança pública e o constante aprimoramento tem que ser prática cotidiana desse setor. É preciso investir na criação e difusão de conhecimentos das questões de segurança, valorizando e capacitando os profissionais de segurança. Também é preciso estratégias de ação antes que as violências ocorram, com ações de assistência e de desenvolvimento humano: escola, renda, trabalho, cultura, lazer, esporte, participação social, universidade. Incentivar o uso da mediação e a justiça restaurativa como forma de resolução e prevenção de conflitos.

Há planos de reforma ou solução para a praça José Bonifácio?

Sem dúvida nenhuma. A praça central do município é uma referência histórica e muita coisa ali foi demolida. É preciso fazer um resgate do seu significado. Uma praça central é da população inteira, enquanto uma praça de bairro vai acolher mais as demandas daquele bairro.  Temos de fazer um trabalho que envolva arquitetura, paisagismo, resgate histórico e ações sociais, para que a praça, assim como a cidade, seja de todos, com lazer e segurança, um espaço de integração da comunidade piracicabana.

Como pretende estimular o crescimento econômico da cidade?

Piracicaba necessita de um governo que priorize a criação de infraestrutura, de modo a oferecer maior dinamismo à economia local, favorecendo empresas grandes e pequenas, agricultura familiar, economia criativa e empreendedorismo, gerando emprego e renda, bem-estar e qualidade de vida. A atual conjuntura requer planejamento e otimização de recursos nos sistemas de saúde, educação, assistência, saneamento, energia, transporte, habitação, mobilidade, segurança pública e mecanismos de participação e controle social. Em nosso município temos o privilégio de ter gente criativa, instituições sólidas, conhecimento, inteligência. Temos que motivar novas formas de empreender.  Precisamos captar subsídios estaduais e federais, além do apoio do setor econômico e de todos que possam contribuir para o desenvolvimento econômico sustentável, para uma vida tranquila e digna.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × 3 =