Piracicaba pode aumentar restrições contra a covid-19

Nesta quarta-feira, Piracicaba registrou 98% de ocupação da UTI do SUS

Estado prorrogou fase de transição para mais 15 dias devido aumento do número de casos da doença

Piracicaba pode adotar medidas mais restritivas do que as regras estabelecidas na fase de transição do Plano São Paulo para contenção da pandemia de covid-19. A possibilidade está prevista em recomendação do Centro de Contingência do Governo do Estado às cidades onde a taxa de ocupação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) estiverem acima de 90%.

Ontem, o governo estadual anunciou a prorrogação da fase de transição do Plano São Paulo para todo o Estado até o dia 30 de junho. As regras atuais permanecem as mesmas: funcionamento das atividades econômicas até as 21 horas e permissão de 40% de ocupação nos estabelecimentos. No entanto, o Centro de Contingência recomendou que os municípios com taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) acima de 90% estão autorizados a avaliar a necessidade de outras medidas. Nesta quarta-feira, Piracicaba registrou 98% de ocupação da UTI do SUS (Sistema Único de saúde) e 88% do setor privado. “O Centro de Contingência vê com preocupação o momento da pandemia, com uma elevação ainda que numa velocidade pequena do número de internações hospitalares e de UTI, e por isso recomendou avaliação de cada município com mais de 90% de ocupação dos leitos de UTI”, reforçou o coordenador executivo do Centro de Contingência da covid-19 no Estado, João Gabbardo.

A Prefeitura de Piracicaba informou ontem que segue as medidas do Plano SP de Combate à covid-19. Nesta semana, segundo a administração, o comitê local de combate à doença está se reunindo com representantes de hospitais da cidade – públicos e privados – para avaliar a situação da ocupação dos leitos de UTI e de enfermagem. “Além disso, o prefeito Luciano Almeida já tem conversado com os prefeitos da região sobre a situação e amanhã (11) vai publicar decreto com as novas orientações”, informou a assessoria de imprensa.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

catorze + 1 =