Piracicaba recebe campanha federal contra diabetes

Foto: Alessandro Maschio/JP

Ação tem nome da caneta usada no tratamento do diabetes

Começou nesta segunda-feira (4) e vai até hoje (5), a partir das 9h, em Piracicaba, a campanha Caneta da Saúde desenvolvida pelo Ministério da Saúde. O caminhão especialmente desenvolvido para levar informação e orientação sobre as vantagens das canetas preenchidas de insulina, está na praça José Bonifácio, no Centro. O nome da campanha é uma alusão ao dispositivo utilizado no tratamento do diabetes e disponível no SUS (Sistema Único de Saúde) para pessoas com diabetes tipo 1 e 2, preferencialmente crianças e jovens até 19 anos e adultos com 50 anos ou mais.

Considerada um dos dispositivos mais modernos para o tratamento da doença, a caneta preenchida de insulina é uma aliada para o controle do diabetes, pois reduz episódios de hipoglicemia e possíveis hospitalizações decorrentes desta complicação, especialmente em tempos de pandemia da covid-19, uma vez que pessoas com diabetes podem desenvolver quadros mais graves da doença 2. A ação faz parte de uma campanha nacional, fruto da parceria entre a Associação de Diabetes Juvenil, Associação Nacional de Atenção ao Diabetes e da Novo Nordisk, além de contar com o apoio da FNP (Frente Nacional dos Prefeitos) e do Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde).

O objetivo é informar e educar a população sobre as vantagens das canetas preenchidas de insulina, estimulando o uso do recurso que está disponível no SUS, além de engajar e orientar os profissionais de saúde que atuam no tratamento e acompanhamento do diabetes, como médicos, enfermeiros, agentes comunitários e farmacêuticos.

“O diabetes não é uma condição individual. Trata-se de algo presente na vida de milhões de famílias. Neste novo cenário delicado de pandemia, há pessoas que estão no grupo de risco e podem desenvolver as formas mais graves da doença”, explicou em nota a endocrinologista e diretora médica da Novo Nordisk, Priscilla Olim Mattar. “A campanha ‘Caneta da Saúde’ chega nesse contexto. É uma maneira de ajudar a manter a saúde em dia dessas pessoas que já sofrem com uma doença crônica. Tudo que precisamos evitar são episódios de hiper ou hipoglicemia, que podem levar o paciente para o pronto-socorro, o que pode expô-lo a riscos adicionais durante a pandemia”, destacou.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

10 + dezessete =