Piracicaba teve redução de 24,07% de óbitos no trânsito

Mortes no trânsito na cidade apresentam queda desde 2015 | Foto: Claudinho Coradini/JP

No período de um ano, entre novembro de 2019 e o mês passado, Piracicaba teve redução de 24.07% de óbitos no trânsito em vias municipais e rodovias no entorno do município. No acumulado de 2020, foram registradas 41 mortes, ante 54 ao longo de todo o ano passado.

Os números foram informados pelo titular da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), Jorge Akira. Apesar de 13 óbitos a menos no período de 12 meses, novembro deste ano fechou com o mesmo número de mortes no trânsito deste mês em 2019: quatro pessoas faleceram vítimas de acidentes.

De acordo com dados fornecidos por Akira, o número de acidentes não fatais no trânsito neste mesmo período também diminuiu. Foram 176 em novembro do ano passado, enquanto a pasta municipal registrou 161 casos ao longo deste ano.

Na avaliação do secretário a redução de mortes e acidentes de trânsito em Piracicaba tem a ver, principalmente, com o aumento da fiscalização, das constantes campanhas de conscientização e do trabalho de engenharia nas vias do município, que segundo ele informa, são obras de intervenção, instalação de semáforos etc.

Akira faz outro apontamento, que é a relação do aumento da frota de carros e motos da cidade e o número anual de óbitos e acidentes no recorte ‘vias municipais’. O secretário, por meio de um levantamento do período de 2015 a 2019, mostra que, de ano a ano, Piracicaba registra aumento da frota, mas os óbitos apresentam sucessivos declínios.

Com base nos números do Infosiga, do Governo de Estado de São Paulo, Akira destaca que de 44 mortes em 2015, no perímetro urbano, a cidade chegou a 2019 com 22 óbitos. Quanto à frota, a cidade tinha 292.329 veículos em 2015, ante 325.128 até o ano passado, isto é, um aumento de 11,2% de carros e motos em constante trânsito pela cidade.

E é o volume de tráfego na cidade que Akira acredita ser o gargalo no trânsito da cidade, que vai exigir esforços e planejamento da Semuttran na próxima gestão, sob comando do prefeito eleito Luciano Almeida. “Tem que ter investimento em alguns pontos da cidade, mas não por serem pontos de acidentes, e sim para melhorar cada vez mais o fluxo”, afirma o secretário, que cumpre o mandato até 31 de dezembro.

Erick Tedesco

Leia mais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

sete − um =