Piracicaba registra 5 mortes e se aproxima dos 40 mil infectados

Nesta quarta-feira (31), o total de mortes na cidade chegou a 645; infectados pela covid-19 somam 39.815. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Piracicaba registrou nesta quarta-feira (31), 221 novos casos de covid-19. Com isso, o município chega a quase 40 mil infectados pelo coronavírus. A Secretaria de Saúde registrou ontem cinco mortes em razão da covid-19. As vítimas são um idoso de 74 anos e quatro mulheres de 42, 79, 80 e 104 anos. Dessa forma, o número de mortes pela doença no município aumentou para 645.

Em relação aos contaminados pela doença, foram mais 118 mulheres (com idades entre um e 104 anos) e 103 homens (entre seis e 78 anos), elevando o número de contaminados para 39.815. O município também registra 37.371 pessoas recuperadas da doença, 1.799 pacientes em tratamento, 1.625 casos suspeitos e outros 73.205 descartados.

Nesta quarta-feira a taxa de ocupação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em Piracicaba era de 99%, já a enfermagem registrava a ocupação de 86% dos leitos.

VACINA 68 ANOS

A Prefeitura de Piracicaba recebe hoje (1º), 6.860 doses da Coronavac e começa vacinar idosos com 68 anos ou mais contra a covid-19. Também serão contemplados nesta fase, com a 2ª dose, idosos e profissionais da saúde que já receberam a 1ª dose da vacina do Butantan até o dia 17 de março.

A vacinação desses grupos será durante a próxima semana. O agendamento para esta fase começa hoje (1º), a partir das 10h, pelo site https://vacinapira.piracicaba.sp.gov.br/. Na plataforma, a pessoa deve escolher o grupo ao qual pertence, preencher um formulário e escolher onde quer ser vacinado, entre as unidades de saúde disponíveis nessa etapa.

Dependendo do momento em que a pessoa fizer o cadastro, os locais indicados serão aqueles onde ainda houver doses disponíveis. A informação sobre data e horário de vacinação é divulgada automaticamente.

OXIGÊNIO

O Governo do Estado de São Paulo anunciou ontem a compra e o início da distribuição de dois mil cilindros de oxigênio para os municípios de todas as regiões do Estado. Serão entregues 216 unidades. Além disso, foram comprados também mil concentradores de oxigênio, que são aparelhos utilizados de apoio para pacientes menos graves, o que permite que os respiradores possam ser utilizados nos pacientes mais graves. Levantamento do Estado aponta que ao menos 120 municípios estão em situação emergencial.

BRASIL

No segundo recorde seguido de mortes por covid-19 em 24 horas, o Brasil alcançou 3.869 óbitos ontem (31). Na terça-feira, o País havia registrado 3.780 falecimentos. Com as novas vítimas acrescidas às estatísticas, o total de vidas perdidas para a pandemia chegou a 321.515. Anteoontem, o total era de 317.646.

Ainda há 3.495 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente. A soma de casos confirmados foi a segunda maior em 24 horas, com 90.638, atrás apenas do dia 25 de março, quando foram computadas 100.158 pessoas contaminadas com o novo coronavírus. Ontem, a soma de pessoas infectadas até o momento estava em 12.658.109.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + 14 =