Piracicaba registra 7 mortes em 24h e atinge 600 mortos em 1 ano

Foto: Amanda Vieira/JP

Pelo segundo dia consecutivo Piracicaba registrou número alto de mortes e infectados pelo coronavírus, chegando ao total de 600 óbitos e 38.528 casos confirmados de covid-19. Nesta quarta-feira, a Secretaria de Saúde anunciou a morte de quatro homens de 66, 68, 71 e 75 anos e três idosas de 77, 82 e 87 anos.

A Secretaria de Saúde anunciou a morte de quatro homens de 66, 68, 71 e 75 anos e três idosas de 77, 82 e 87 anos.
Em relação aos infectados, foram mais 206 pessoas nas últimas 24 horas, sendo 115 mulheres (com idades entre três e 87 anos) e 91 homens (entre um e 80 anos). O prefeito Luciano Almeida (DEM) lembrou ontem do primeiro caso de covid-19 registrado na cidade e do primeiro óbito pela doença.

“Neste dia, registramos 600 mortes e a ocupação das UTI (unidade de Terapia Intensiva) em 99%”, afirmou.

O município também registrou ontem 36.571 pessoas recuperadas da doença, 1.357 pessoas em tratamento,1.591 casos suspeitos e outros 71.995 descartados.

ESTADO

O Estado de São Paulo registrou nesta quarta-feira mais de 30 mil pessoas hospitalizadas devido a covid-19: eram 30.359 internados, sendo 12.588 pacientes em leitos de Terapia Intensiva e 17.771 em enfermaria.

Além disso, São Paulo registrou ontem recorde de ocupação em UTI com 92,3%, nunca antes atingida, e de 92,2% na Grande São Paulo.

Houve também 20.395 novas infecções confirmadas desde anteontem, chegando ao total de 2.352 milhões de casos da doença em toda a pandemia.

Segundo o Estado, após recorde de óbitos registrados nesta segunda-feira, o Ministério da Saúde alterou na terça-feira os critérios de registros de óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave no sistema Sivep Gripe, fazendo com que a inserção de óbitos por covid-19 no Estado de São Paulo despencasse ontem.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × três =