Piracicaba registra mais sete mortos e 237 infectados em 24h

Foto: Claudinho Coradini/JP

Cidade tem 57.689 casos confirmados, 1.119 mortos e 2.559 pessoas em tratamento contra a doença

A Secretaria de Saúde de Piracicaba registrou ontem mais sete mortes e 237 casos confirmados de covid-19. Com os números, a cidade passou a contar com 57.689 casos da doença, 1.119 mortos e 2.559 pessoas em tratamento contra a doença.
A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nesta quarta-feira chegou a 89% na rede públuca e 83 na rede particular.

Já o leitos de enfermaria ficaram ocupados em 78 no setor privado e 64 no SUS (Sistema Único de Saúde). A Secretaria de saúde informou ontem que Piracicaba é uma das cidades com menor índice de letalidade por covid-19 no Estado de São Paulo em comparação com municípios de igual e maior porte. Segundo a pasta, conforme dados do governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa SP Contra o Novo Coronavírus, Piracicaba tem um indicador de 1.94, enquanto cidades como Guarulhos, Osasco, Campinas e Limeira, têm 7.4, 5.7, 4.0 e 4.0, respectivamente.

Além disso, acrescentou a secretaria, a taxa em Piracicaba é inferior à média nacional, que é de 2.8, e a estadual, que é de 3.4. O indicador da taxa de letalidade de qualquer doença é utilizado pelo Ministério da Saúde, secretarias estaduais e municipais para apontar o quão grave pode ser uma doença, neste caso a covid-19, indicando quantas pessoas que contraem o vírus acabam falecendo.

“Piracicaba é uma cidade que historicamente tem um sistema de saúde forte nos diferentes níveis e foi se fortalecendo no decorrer da pandemia, aumentando o número de leitos de enfermaria e UTI assim como facilitando o acesso da população aos atendimentos na atenção básica. Além disso, a cidade conta também com uma saúde suplementar igualmente forte, complementando as ações de enfrentamento da pandemia realizada pelo SUS”, afirmou o médico Luís Fernando Barbosa, da coordenação médica da Atenção Básica de Piracicaba.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três × 3 =