Piracicaba registra sete óbitos por covid-19 nesta sexta (25)

A Secretaria da Saúde registrou sete óbitos, sendo quatro homens, de 50, 64, 70 e 83 anos e três mulheres de 39, 48 e 88 anos. A cidade registra ainda 57.963 casos confirmados, 1.524 casos suspeitos, 92.392 casos descartados, 54.300 casos recuperados e 2.537 pessoas em tratamento. Com as mortes de hoje, Piracicaba atinge 1.126 óbitos pela doença.

Em 24 horas também outras 274 pessoas receberam o diagnóstico positivo para a doença. Nesta sexta a taxa de ocupação de leitos UTI-SUS está em 96% e a do setor privado em 84%. Já as enfermarias-SUS estão com ocupação de 64% e as do setor privado em 70%.

Prefeitura anuncia ‘vacinaço’ e imunização nas indústrias

A Secretaria de Saúde de Piracicaba anunciou ontem uma ação para intensificar a vacinação contra a covid-19 na cidade. De acordo com a pasta, a imunização no município será intensificada no sábado (26), quando a prefeitura vai promover um “Vacinaço” para aplicação da 1ª dose. O prefeito Luciano Almeida (DEM) anunciou ontem durante uma live que será lançado um projeto piloto para vacinação em indústrias. O democrata não deu detalhes do projeto, que está em fase de elaboração.

A Secretaria de Saúde destacou que as aplicações só serão feitas mediante agendamento no site VacinaPira, que já está disponível. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, serão aplicadas mais de 14 mil doses da vacina em pessoas com 43 anos ou mais, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente com 18 anos ou mais.

A iniciativa, afirma a secretaria, contará com atuação de 46 equipes em 34 unidades de saúde, além do Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas.

Além dessas mais de 14 mil doses, serão aplicadas doses em unidades da Zona Rural. Para moradores com cadastro nas unidades de saúde de Ártemis, Santana, Tupi e Anhumas, não será preciso fazer agendamento, basta comparecer à unidade no sábado, com comprovante de residência em seu nome ou declaração, RG, CPF e documento comprobatório caso faça parte de grupo prioritário.

“Neste momento, precisamos que mais pessoas sejam imunizadas para evitar o crescimento da doença na cidade. Só conseguimos diminuir os casos com mais piracicabanos sendo vacinados no mais curto espaço de tempo possível. É isso que queremos com esta ação. Vacina boa é vacina no braço”, destacou ontem o secretário de Saúde, Filemon Silvano.

O prefeito Luciano Almeida disse ontem que a expectativa é vacinar 15 mil pessoas neste sábado. Segundo informações da rede social oficial da prefeitura, até o dia 22 de junho haviam sido aplicadas 181.432 doses, sendo 127.984 com a primeira dose e 53.448 com as duas doses. Na avaliação do prefeito, o sistema de vacinação na cidade ‘está indo bem’.

AGLOMERAÇÃO
A Secretaria de Saúde lembrou que todas as pessoas com horário agendado para receber a vacina têm a dose garantida, uma vez que a vaga só é liberada no VacinaPira conforme as doses são recebidas pelo município.
Dessa forma, as pessoas só devem chegar ao Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas ou na unidade de saúde agendada, com cinco minutos de antecedência, para não gerar aglomeração.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × dois =