Piracicaba registra sete óbitos por covid-19 nesta terça (22)

A Secretaria da Saúde registrou sete óbitos, quatro homens de 33, 54, 65 e 82 anos e três mulheres de 44, 82 e 85 anos. A cidade registra ainda 57.188 casos confirmados, 1.783 casos suspeitos, 91.627 casos descartados, 53.448 casos recuperados e 2.631 pessoas em tratamento. Com as mortes de hoje, Piracicaba atinge 1.109 óbitos pela doença.

Em 24 horas também outras 257 pessoas receberam o diagnóstico positivo para a doença. Nesta terça a taxa de ocupação de leitos UTI-SUS está em 92% e a do setor privado em 87%. Já as enfermarias-SUS estão com ocupação de 60% e as do setor privado em 66%.

Covid-19: Piracicaba abre agenda para vacinar população com 43 anos ou mais

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), amplia a vacinação contra Covid-19 para pessoas com 43 anos ou mais. Para receber a vacina, os integrantes desse grupo devem fazer o agendamento a partir de hoje, (22), às 16h, pelo site VacinaPira (https://vacinapira.piracicaba.sp.gov.br/cadastro/blk_inicial/). A vacinação para esse grupo começa amanhã, quarta-feira, (23).

No mesmo horário, as agendas de outros três grupos serão reabertas: gestantes e puérperas com 18 anos ou mais; profissionais da educação com 18 anos ou mais (com QRCode); e pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais. Além disso, também há vaga para 2ª dose da vacina.

EVITAR AGLOMERAÇÃO –A Prefeitura lembra que todas as pessoas com horário agendado para receber a vacina têm a dose garantida, uma vez que a vaga só é liberada no VacinaPira conforme as doses são recebidas pelo município. Sendo assim, devem chegar ao Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas ou na unidade de saúde agendada com 5 minutos de antecedência, para não gerar aglomeração.

Com a ampliação dos grupos prioritários para vacinação contra Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde gerencia a agenda por meio do VacinaPira e, aos sábados, unidades de saúde do município, além do Ginásio, também aplicam a vacina com agendamento.

2ª DOSE – Quem está no período para receber a 2ª dose da vacina contra Covid-19 ou já passou do período também pode fazer o agendamento por meio do VacinaPira. O intervalo entre a 1ª e 2ª dose da CoronaVac/Butantan é de 21 a 28 dias e da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz é de 12 semanas.

ATRASO – No último sábado, (19), a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou mais uma vez a 2ª dose da vacina contra Covid-19, sem agendamento, para quem já havia passado do prazo para recebê-la. De acordo com a Vigilância Epidemiológica (VE), 33 pessoas nesse perfil procuraram o CRAB Vila Rezende. Esse foi o terceiro sábado consecutivo que a SMS realizou essa ação. No dia 05 de junho, 42 pessoas compareceram e no dia 12, outras 30.

Devido ao histórico de baixa procura nessas ações, para otimizar o tempo da equipe de plantão no CRAB Vila Rezende, no último sábado, (19), nesse caso por meio de agendamento, também foram aplicadas 2ª doses em pessoas dentro do período correto para recebê-la. Nesse perfil, 113 pessoas foram vacinadas com a 2ª dose naquela unidade. Ou seja, durante o dia 19 foram aplicadas, ao todo, 146 doses.

Em todas os locais de vacinação, no sábado, (19), foram aplicadas 741 doses de reforço.

Até hoje (22), de acordo com a VE, 1.994 pessoas estão em atraso para receber a 2ª dose da vacina contra Covid-19, sendo 1.489 da CoronaVac/Butantan e 505 da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz.

O atraso para receber a 2ª dose significa a pessoa ter tomado há mais de 28 dias a 1ª dose da vacina CoronaVac/Butantan e há mais de 12 semanas a 1ª dose da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz.

Confira abaixo os documentos necessários para receber a vacina no grupo por faixa etária:

  • RG e CPF
  • Comprovante de residência em Piracicaba

Confira abaixo a documentação para receber a vacina no grupo de profissionais da educação:

  • QRCode emidito após cadastro no site Vacinajá, Estado
  • RG e CPF

Confira abaixo a documentação para receber a vacina no grupo gestantes e puérperas:

  • RG e CPF
  • Comprovante de residência em Piracicaba
  • Gestantes devem apresentarainda comprovar estado gestacional (acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico)
  • As puérperas deverão apresentar declaração de nascimento ou certidão de nascimento da criança

Confira abaixo a documentação para receber a vacina no grupo de pessoas com comorbidades:

  • Comprovante em versão original sobre a comorbidade, podendo ser: laudos, declaração, prescrições médicas ou relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde, assinado e carimbado, constando o CRM do(a) médico(a)
  • Comprovante de residência em Piracicaba
  • Documento com número de CPF da pessoa a ser vacinada
  • Documento de identificação com foto da pessoa a ser vacinada

Confira abaixo a relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:
• Doenças cardiovasculares

  • Insuficiência cardíaca (IC)
  • Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e pericardiopatias
  • Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente (HAR)
  • Hipertensão arterial – estágio 3
  • Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade
  • Doenças neurológicas crônicas
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer)
  • Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × quatro =