Piracicaba registra três óbitos por covid-19 nesta sexta (17)

0
91 views

A Secretaria da Saúde registrou três óbitos, sendo dois homens de 70 e 89 anos e uma mulher de 62 anos. A cidade registra ainda 67.742 casos confirmados, 1072 casos suspeitos, 105.447 casos descartados, 65.702 casos recuperados e 676 pessoas em tratamento. Com as mortes de hoje, Piracicaba atinge 1364 óbitos pela doença.

Em 24 horas também outras 58 pessoas receberam o diagnóstico positivo para a doença. Nesta sexta a taxa de ocupação de leitos UTI-SUS está em 22% e a do setor privado em 20%. Já as enfermarias-SUS estão com ocupação de 19% e as do setor privado em 24%.

Piracicaba tem mais um dia sem óbito e mortes somam 1.361

A Secretaria da Saúde de Piracicaba não registrou mortes por covid-19 nesta quinta-feira (16) e informou 59 novos casos da doença. As estatísticas municipais seguem com 1.361 óbitos, 67.684 infectados pelo novo coronavírus, 1.072 casos suspeitos, 105.317 casos descartados e outros 65.528 recuperados, além de 795 pessoas em tratamento contra a doença. Nesta quinta, a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) fi cou em 33% no SUS (Sistema Único de Saúde) e 15% na rede privada. Já os leitos de enfermagem ficaram ocupados em 18% no SUS e 14% na rede particular.

NO ESTADO O Estado de São Paulo informou ontem que registra atualmente a menor média diária de novos casos de covid-19 deste ano: são 3.906 por dia, número que chegou a ser quase quatro vezes maior no pico da segunda onda da pandemia. Esta baixa média em setembro, segundo o governo, se manteve mesmo com a inclusão de dados represados após mudanças defi nidas pelo DataSUS/Ministério da Saúde para extração dos dados do E-SUS, sistema federal para notificação de casos leves da doença A média diária de novos óbitos verifi cada em setembro também é a menor do ano, até o momento. Até ontem, o cálculo é de 123 mortes por dia, número que foi quatro vezes maior em junho, quando a média foi de 543 diariamente. Os dados mostram que o declínio de casos, internações e óbitos da covid-19 é um fato concreto e sustentado no tempo. Para o Estado, esta melhora dos indicadores é resultado do êxito da campanha de vacinação, que reduz o agravamento e a mortalidade pela doença.

Da Redação

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × 2 =