Piracicaba: RF credita R$ 1,7mi no último lote

receita
Para da liberação, contribuinte deve acessar o site da Receita. ( Foto: Claudinho Coradini/JP )

A partir de amanhã (17), a Receita Federal faz o crédito do 7º e último lote de restituição do IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) 2018, que contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017. Em Piracicaba e região a Delegacia da Receita Federal informou que foram liberadas, neste lote, declarações de 1.297 contribuintes, totalizando o valor de R$ 1,769 milhão.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar o site da Receita (receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta a página do órgão, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, é possível avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da RF informações sobre liberação das restituições do imposto e a situação cadastral de uma inscrição no CPF. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da Dirpf. Em todo país, a última restituição vai totalizar mais de R$ 319 milhões.

MALHA FINA – Terminado o processamento das declarações do IRPF 2018, na delegacia de Piracicaba 4.693 declarações ainda estão retidas na malha, devido a inconsistências nas informações prestadas, segundo informou o delegado Vitório Brunheroto.

As principais razões pelas quais as declarações foram retidas são: omissão de rendimentos do titular ou seus dependentes: 3.037 declarações com esta ocorrência, 1.692 divergências entre o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) informado na declaração e o informado em DIRF, 874 despesas médicas, 828 declarações com dedução de previdência oficial ou privada, dependentes, pensão alimentícia e outras. O responsável pela delegacia da Receita em Piracicaba destacou que uma declaração de IR pode estar retida em malha por uma ou mais razões.

(Beto Silva)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois + cinco =