Piracicaba tem pior ano em arrecadação de multas

(Foto: Amanda Vieira/JP)

Piracicaba registrou em 2020 a pior arrecadação com multas de trânsito dos últimos cinco anos. A cidade fechou o ano com total de recebimentos por infrações no valor de R$ 11,056 milhões. O valor é 40% a menos do arrecadado no ano anterior. Em 2019, a cidade fechou o ano com receita de R$ 18,411 milhões proveniente das multas de trânsito.

Em junho do ano passado, o então secretário municipal de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, alertou que a queda na arrecadação já comprometia a execução de serviços da pasta.

Na ocasião, o secretário disse que acompanhava a arrecadação mensalmente e admitiu a possibilidade de a queda impactar na execução de serviços.

“Estamos fazendo um planejamento para que se houver necessidade, façamos a readequação e diminuição das ordens de serviço”, admitiu à época.

Entre as ações realizadas pela Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes) com recursos das infrações de trânsito estão a manutenção da sinalização horizontal, vertical e semafórica, compra de veículos, combustível, fiscalização eletrônica e monitoramento por câmeras, correios, obras no sistema viário e uniforme dos agentes, entre outras despesas.

O secretário José Caixeta Filho foi procurado ontem para comentar os números, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno.

Anteontem a Semuttran anunciou a retomada das notificações de autuação e penalidades de trânsito, a partir do dia 31 deste mês de janeiro. Em função do estado de emergência de saúde pública do novo coronavírus, houve suspensão e represamento das autuações de penalidades de trânsito ocorridas entre 26 de fevereiro e 30 de novembro de 2020. Os autos de infração, a partir de 1 de dezembro de 2020, estão com prazos restabelecidos.

A retomada das cobranças dessas multas passará a ocorrer em função da Resolução 805 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). As possibilidades de defesa de autuação e de apresentação de recursos de multa continuarão disponíveis ao contribuinte, dentro dos prazos estipulados nas notificações e nas multas.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quinze + cinco =