Piracicaba tem primeira morte pela variante Delta

Foto: Alessandro Maschio/JP

Vítima é uma mulher de 74 anos vacinada com as 2 doses

A Vigilância Epidemiológica de Piracicaba confirmou, nesta segunda-feira (30) a primeira morte decorrente da variante delta da covid-19. A vítima é uma mulher de 74 anos. Segundo a Secretaria de saúde, a paciente tinha comorbidade e foi vacinada com duas doses do imunizante Coronavac/Butantan. Além dela, outros cinco casos da variante foram confirmados pela Vigilância há uma semana, sendo dois homens e três mulheres, das idades de 10, 16, 41, 51 e 52 anos.

Todos seguem sendo monitorados. A Saúde informou que fez a verificação dos históricos destes pacientes para monitorar os casos e atuar de forma preventiva e evitar a transmissão da doença. Até o momento, não houve mais nenhuma confirmação da variante Delta em Piracicaba. A pasta destacou que a variante Delta tem maior perfil de transmissibilidade, porém, não tem apresentado aumento na letalidade ou gravidade dos casos. Mesmo assim, a Saúde pede que a população siga tomando os cuidados necessários como o uso de máscara, álcool em gel, bem como evitar aglomerações.

ADOLESCENTES Piracicaba inicia hoje (31) a vacinação contra covid-19 em adolescentes de 15 a 17 anos de idade. Ontem (30) a Secretaria de Saúde abriu agenda e reforçou que serão vacinadas apenas as pessoas que pertencem a este grupo. O agendamento segue sendo feito pelo site vacinapira.piracicaba. sp.gov.br Para receber a vacina no dia e horário agendados, o adolescente que não estiver acompanhado pelos pais ou responsável legal deverá apresentar autorização impressa, assinada pelos pais ou responsável legal em duas vias, em acordo com o disposto no artigo 142 do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). O documento está disponível no VacinaPira. Além da autorização, o adolescente deve apresentar RG, CPF e comprovante de residência (não necessariamente em seu nome). Nos casos de adolescentes acompanhados, os pais ou responsável legal vão poder autorizar de forma verbal que eles recebam o imunizante, desde que seja comprovado o vínculo. A vacinação contra covid-19 para pessoas na faixa etária de 12 a 17 anos no Estado de São Paulo é feita com o imunizante Pfizer, que é aplicado em duas doses, sendo 12 semanas o intervalo entre as doses.

UTI – MENOR TAXA Piracicaba registrou ontem a menor taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por pacientes com covid-19. Segundo os dados da Secretaria de Saúde, o SUS (Sistema Único de Saúde) apresentou uso de 29% dos total de unidades disponíveis. Já a rede privada de saúde, apontou ocupação de 35%. A cidade registrou ontem a morte de três homens por covid-19, com idades de 51, 57 e 73 anos.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

treze − 11 =