Todos os postos de saúde da cidade estão com doses para atender a população (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Secretaria de Saúde de Piracicaba tem apenas três dias para vacinar 21.307 pessoas contra a gripe. É que na sexta-feira (31) finda a campanha do Ministério da Saúde para imunização de pessoas pertencentes aos grupos prioritários definidos pelo órgão federal.

De acordo com levantamento da pasta divulgado ontem, até o último domingo foram imunizadas mais de 61 mil pessoas durante a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe (Influenza), este número representa 66,81% da cobertura. A ação prossegue até sexta-feira e a meta do Governo Federal para este ano é vacinar 82.307 pessoas no município, que compõem os grupos.

A Saúde informou que todos os postos de saúde da Rede de Atenção Básica (exceto Crab Paulista) seguem atendendo. Só no último fim de semana foram aplicadas 1.016 doses da vacina quando o Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE) ampliou a cobertura da campanha com atendimento em seis postos volantes colocados em pontos estratégicos da cidade.

Para atender a meta do Governo Federal, a cidade terá de vacinar cerca de 3.000 pessoas nos próximos dias para atingir a determinação.

Dentre os grupos prioritários com meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), receberam a dose 14.499 crianças de seis meses a menores de 6 anos (56,91%), 2.171 gestantes (57,57%), 456 puérperas (73,55%), 7.237 trabalhadores da saúde (59,02%), 2.418 professores das escolas públicas e privadas (78%), 34.316 idosos, a partir de 60 anos (74,24%), entre outros.

Compõem ainda os públicos prioritários portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (com apresentação da prescrição médica no ato da vacinação), Policiais Civis e Militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Para o secretário de Saúde, Pedro Mello, é fundamental que as famílias compreendam a importância da vacina para o bem de toda a cidade, uma vez que o contágio se dá por via respiratória e por contato físico, o que facilita a disseminação do vírus nessa época do ano.

Beto Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

doze − três =