Piracicaba vive tarde de caos com segunda tempestade em 48 horas

Em 20 minutos, o volume de chuva atingiu 30 mm e causou alagamentos, quedas de árvores e de energia /Claudinho Coradini/JP

Piracicaba foi atingida por outro temporal na tarde de ontem. Esta é a segunda vez em que as chuvas castigam a cidade em menos de 48 horas. Em pouco mais de 20 minutos, o volume de chuva atingiu 30 milímetros, o suficiente para causar alagamentos em ruas e avenidas. O vento forte derrubou árvores em diversos bairros e houve queda de energia. Ao contrário da tempestade de segunda-feira, que atingiu principalmente os bairros Castelinho, Nova Piracicaba e Vila Rezende, a chuva de ontem atingiu toda a cidade.

Uma força-tarefa envolvendo secretarias municipais, além do Corpo de Bombeiros e CPFL, trabalham, coordenados pela Defesa Civil, para liberar vias e atender a população atingida. Não houve vítimas, segundo informou a prefeitura.

De acordo com a Defesa Civil, até às 18h, foram registradas mais de 20 ocorrências de queda de árvores na Paulista, Estação da Paulista, Chácara Nazareth, Pauliceia, Santa Terezinha, Higienópolis e Jardim Europa. No Perdizes, uma árvore caiu sobre uma casa e no Santa Rita Avencas, sobre um veículo.

Na rua Luiz de Queiroz, foi registrada queda de árvore e de poste. No Bairro Alto, na travessa da Saudade com rua XV de Novembro, a queda de uma árvore interrompeu o trânsito e o fornecimento de energia. Houve interrupção do trânsito, também, na avenida Antonia Pazzinato Sturion, no Morumbi, por conta de uma árvore caída.

Nas redes sociais do Jornal de Piracicaba internautas relataram queda de energia nos bairros Eldorado, Bairro Alto, Itapuã, Nova Pompeia, Centro, Tatuapé e Cruz Caiada. Nos bairros Nova América e Elite houve queda de árvore e de um poste de energia elétrica.

ALAGAMENTOS

O grande volume de água em pouco tempo causou alguns pontos de alagamentos. Segundo a prefeitura, foram registrados alagamentos na avenida Armando de Salles Oliveira, 31 de Março, Alberto Vollet Sachs e Piracicamirim. O ribeirão Piracicamirim transbordou em alguns trechos.

Na rua Armando de Salles Oliveira, próximo ao Teatro Municipal Dr. Losso Netto, carros foram arrastados pelas águas. O mesmo problema foi verificado na rua São João. Uma moradora se queixou do acúmulo de lixo próximo a um bueiro o que, segundo ela, contribui para inundação do trecho em dias de chuva.

O diretor da Defesa Civil, Odair Mello, explicou que o atendimento aos casos é feito conforme a urgência, com prioridade para pontos onde o trânsito está interrompido e o acesso às residências também.

AÇÕES

A Sedema (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente) estima que a chuva de segunda- -feira provocou a queda de, aproximadamente, 70 árvores no município. Até a tarde de ontem, antes do novo temporal que atingiu a cidade, as equipes da Defesa Civil, da Sedema, da CPFL e do Corpo de Bombeiros executavam serviços para sanar os estragos causados pela primeira tempestade especialmente nos bairros Nova Piracicaba, Castelinho e Vila Rezende.

Coordenados pela Defesa Civil, servidores da Sedema já haviam feito os serviços de erradicação e remoção de 24 árvores e poda de 15 árvores.

Na tarde de ontem, funcionários da Engemaia – empresa terceirizada da Sedema que executa serviços de poda e corte de árvores – trabalharam na remoção de quatro grandes ipês que caíram na rua João Moretti. Também retiraram uma árvore de grande porte na rua Virgulino de Oliveira (uma grande tipuana que derrubou o muro de uma residência) e uma árvore oiti na rua das Rolinhas.

Odair Mello, diretor da Defesa Civil, informou que o trabalho das equipes vai continuar até a normalização nos bairros. “Em caso de novas ocorrências por causa da chuva, a população deve acionar a Defesa Civil pelo telefone 199 ou a Guarda Civil de Piracicaba pelo 153”, orientou.

MANUTENÇÃO CPFL

A CPFL Paulista informou que Piracicaba registrou interrupções de energia para clientes da cidade. A empresa acrescentou que as equipes técnicas estavam em campo realizando as manutenções necessárias para restabelecer a energia. A companhia orientou os clientes com necessidade de atendimento a fazer solicitação por meio do site www. cpfl.com.br, do portal de Serviços Online, ou do aplicativo para celular “CPFL Energia”, pelo telefone 0800 010 10 10 e WhatsApp, com assistente virtual pelo telefone (19) 3795-1705.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

doze − doze =