Piracicabana é destaque em prêmio sobre Desenvolvimento Sustentável

Obra escancara a desigualdade no País | Foto: Reprodução

A piracicabana Gabriela Vitória de Oliveira Gomes, estudante do Ensino Médio da Escola Estadual Professor Antonio de Mello Cotrim, do bairro Pauliceia, é uma das 20 premiadas do Concurso de Desenho “Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, promovido pelo Governo de São Paulo.

A iniciativa marcou a comemoração dos 75 Anos da ONU (Organização das Nações Unidas) e tanto a obra de Gabriela como dos demais estudantes, de outras cidades do estado, estão disponíveis para visualização no Acervo Artístico-Cultural dos Palácios, em www.acervo.sp.gov.br.

Cada participante criou a partir de uma das cinco áreas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidas na Agenda 2030 da ONU: pessoas, planeta, paz, prosperidade e parcerias. Gabriela optou pela tema de “pessoas”. A obra da aluna de Piracicaba, sem título, faz um alerta. “Temos que nos conscientizar, o futuro do planeta está na mão dos homens”, ela explica.

Segundo Gabriela, o desenho trata sobre a erradicação da pobreza e fome de todas as maneiras, como ressalta a estudante, no intuito de garantir a dignidade e igualdade. Este desenho apresenta um tom crítico com o modelo atual que vivemos do capitalismo, que gera tanta desigualdade social. O esqueleto representa a parte pobre da sociedade, que são as pessoas marginalizadas, sem acesso aos recursos essenciais básicos”

Já o muro, ela ressalta, simboliza a falta de moradia das pessoas, “que passam fome em meio ao lixo das grandes cidades”. Ao lado, Gabriela pintou um homem acima do peso, “com acesso à alimentação representando a parte rica e egoísta da sociedade, incapaz de se sensibilizar com a situação das outras pessoas”.

O dinheiro jogado no chão representa o ego e a quantidade de comida no saco representa a gula, completa.

Os desenhos vencedores, escolhidos entre 200, foram escolhidos por comissões formadas nas escolas e nas Diretorias de Ensino. Os critérios de avaliação, de acordo com o governo estadual, foram a pertinência em relação ao tema, criatividade e originalidade e qualidade plástica da produção artística, dentre outros.

Erick Tedesco

Leia mais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

6 + dezesseis =