Piracicabana é bronze na Copa do Mundo de Ginástica Rítmica

A piracicabana Nicole Pircio, atleta da Ginástica Rítmica da Seleção Brasileira, em Tóquio - divulgação/atleta

Com a presença da ginasta piracicabana Nicole Pircio, revelada no Programa Desporto de Base (PDB) da Prefeitura de Piracicaba, a seleção brasileira fez história no último domingo, (05), na Itália, ao conquistar a medalha de bronze na etapa de Pesaro da Copa do Mundo de Ginástica Rítmica. O conjunto comandado pela treinadora Camila Ferezin atingiu na série mista a nota 28.650, ficando atrás apenas de duas seleções medalhistas olímpicas em Tóquio: Itália (32.450) e Bulgária (29.850), e à frente de potências como China, Japão e Ucrânia. Essa foi a segunda medalha brasileira em etapas da Copa do Mundo – a primeira veio em 2013, em Minsk, a capital de Belarus.

A conquista, segundo Camila, indica que o Brasil está no “caminho certo para fazer boas apresentações no Campeonato Pan-Americano do Rio de Janeiro”, que será disputado em julho. “A coreografia apresentada é muito especial para mim. Foi montada com uma música que escolhi para homenagear o meu pai, que faleceu no ano passado”, disse a treinadora ao site oficial da Confederação Brasileira de Ginástica (CBF), em alusão à Smile, música composta por Charles Chaplin em 1936 para ser o tema musical de Tempos Modernos. Em 1954, a melodia ganharia uma letra, de John Turner e Geoffrey Parsons. 

A treinadora também sintetizou a importância da conquista, mas destacou que o bronze não foi encarado como surpresa. “Essa medalha veio coroar o nosso trabalho, mostrando que o Brasil está entre os melhores do mundo. A importância da medalha é muito maior quando se leva em conta a força dos adversários […] Quando o novo código de notas foi publicado, vimos que a parte artística passou a ser muito valorizada, e percebemos que nossas chances cresceram. Agora, há uma nota específica para a parte artística, e esse é um elemento do nosso trabalho que sempre arrancou muitos elogios, porque nossas coreografias costumam ser muito bonitas, criativas e artísticas. Só não esperávamos que esse resultado viria tão cedo”.

Além da piracicabana Nicole Pircio, o time brasileiro foi formado na etapa italiana da Copa do Mundo pelas ginastas Bárbara Galvão, Beatriz Linhares, Deborah Medrado, Giovanna Oliveira Silva e Maria Eduarda Arakaki. Nicole, que deu os primeiros passos no esporte aos 10 anos, no Colégio Tales de Mileto, e logo ingressou no PDB, que é oferecido pela Prefeitura de Piracicaba desde 1989, teve como professoras Helena Macchi e Mariana Winterstein, com quem aprendeu os fundamentos básicos da modalidade. Estreante em Olimpíadas nos Jogos de Tóquio, Nicole, que vive e treina atualmente em Aracaju (SE), ajudou a seleção brasileira de ginástica rítmica a fechar a participação na 12ª colocação.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

16 − 4 =