Piracicabana Lídice Salgot participa de exposição em SP

exposição
Lídice produziu obras que tratam de memória. (Amanda Vieira / JP)

Artista plástica piracicabana, Lídice Salgot participa da exposição Narrar histórias, construir memórias: o livro de artista e seu processo, que começa hoje e vai até 5 de agosto na Galeria de Arte Club Athletico Paulistano, em São Paulo. Na mostra, ela expõe alguns dos trabalhos inéditos que tratam da relação dos objetos da memória e sua representação. O projeto conta com a participação de 12 artistas.

“A exposição é sobre livro de artista. Uma linguagem de arte onde o formato ou suporte do trabalho é um livro ou objeto em formato de livro. Minha contribuição é fazer com que as pessoas conheçam novas formas de linguagem artística, em especial na arte contemporânea. Essa exposição faz parte da Feira Literária que o Club Athlético Paulistano faz anualmente” comentou Lídice, acrescentando que criou, para compor a obra, desenhos, vídeo e aquarelas. “Nos meus trabalhos procuro resgatar memórias, porque utilizo nestes trabalhos objetos, livros e lembranças familiares muitos importantes para mim” declarou.

Ela explicou que o trabalho que mais gostou de produzir foi um vídeo no qual faz referência a maus tratos às mulheres. “É sobre uma intervenção em um livro muito antigo que chama O Destino da Bela Princesa e eu faço um paralelo com as questões de feminicídio etc. As mulheres sempre ‘protegidas e tratadas como belas princesas’, mas, no fundo, sofrem todos os tipos de preconceito. Esse trabalho estará exposto nesta exposição, com o livro antigo e o vídeo que eu falo das estatísticas de maus tratos” disse a artista, que é proprietária da Casa do Salgot, ateliê cultural em atividade desde 2007 que abriga diversas atividades artísticas.

A mostra é composta por mais de 30 livros de artista que ocupam teto, paredes e cantos do espaço expositivo do Club Athletico Paulistano.

SERVIÇO — Narrar histórias, construir memórias: o livro de artista e seu processo, na Galeria de Arte Club Athletico Paulistano (R. Honduras, 1400, Jardim Paulista — SP). Visitação: de 2 a 5 de agosto, das 5h30 à 0h. Entrada gratuita. Informações: (11) 3065-2000.

 

(Raquel Soares)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × quatro =