Piracicabano cria app que informa sobre lives de todo o Brasil

App pode ser baixado gratuitamente na loja do Google | Amanda Vieira/JP

Live, do inglês (ao vivo),é uma palavra e um termo que há certo tempo habita as redes sociais e o vocabulário de quem promove ou consume cultura. A dimensão e significado desta ferramenta digital são outros após a pandemia da covid-19 e, enquanto os shows em locais físicos estão proibidos para se evitar aglomerações, são basicamente as lives que mantêm a relevância da cultura junto à sociedade nestes tempos de incerteza. E são muitas por dia, mesmo! Organizar e reunir diversas destas lives é a principal função do recém-criado aplicativo Deus me Live. O criador é o piracicabano André de Moura Romani.

Há cerca de 10 dias na loja do Google, aplicativo possui agenda de lives de todo o Brasil, categorizadas por estilo musical. O download é gratuito e pode ser utilizando por bandas, cantores, grupos, produtores ou mesmo fãs, como explica Romani, todos podem cadastrar sugestões de atrações para a agenda: https://www.deusmelive.com.




Em breve, será possível baixar a versão do aplicativo para o sistema IOS (Apple). “Já está pronto, falta só a aprovação da marca. O procedimento demora um pouco mais do que normal agora durante a pandemia”. “Amigos, e eu mesmo, sempre queriam saber quais seriam as lives do dia, foi quando pensei em criar este app, para que as pessoas tivessem esta informação de forma rápida e simples, centralizada”, ele conta. Para Romani, o principal facilitador do Deus Me Live é evitar recorrer constantemente ao Google para descobrir as opções do dia, da semana.

Pela contabilidade de Romani cerca de 150 lives já foram realizadas e com a devida divulgação a partir do aplicativo que ele desenvolveu. O Deus me live é atualizado diariamente e ainda aceita sugestões usuários. “Fora as divulgadas na grande mídia, o app reúne lives de artistas locais, regionais, por exemplo, que nos chega a partir de cadastro de pessoas que baixaram o aplicativo”.

A pessoa vê a agenda de live e pode sugerir. “Basta cadastrar, é bem fácil”, destaca o criador do app. O cadastro é analisado e posteriormente aprovado pelos administrados, que eventualmente podem solicitar mais informações ao usuário que a cadastrou. “Tudo isso dentro do app. Apenas precisamos de um tempo hábil para organizar e tornar a live visível aos outros usuários”, pondera Romani.

As lives, no entendimento de Romani, se tornaram um entretenimento profissional. “Mesmo sem a necessidade do confinamento, será uma forma de continuar assistindo shows. Hoje é por conta do confinamento, mas nem sempre a apessoa pode sair para ver um show à noite”. O desenvolvedor aponta que, daqui para frente, o público virtual também será levado em consideração no showbusiness.

A ideia é continuar divulgando as lives, uma forma de divulgar shows que Romani caracteriza como democrática. “Todo mundo pode fazer uma live, independente do seu público. E queremos mostrar o conteúdo de todos”. No momento, as empresas que fazem as transmissões, tem um porte robusto, demanda um corpo técnico afinado e uma estrutura. “O Deus me Live pode ser um intermédio para se chegar às lives, como já acontece. Futuramente pensamos em incrementar algumas coisas, como disponibilizar o vídeo direto no app”, ele ressalta.

Apesar de ter nascido em Piracicaba, o app é nacional. “No futuro, pensamos em colocar a opção de geolocalização. Faz um mapa de onde são os acessos da live”.

Erick Tedesco ([email protected])