Piracicabano é contratado pelo Santos para competições de jogos eletrônicos

Victor Phelipe Siqueira, o Gordola, na rotina dos jogos eletrônicos - Crédito foto: Divulgação/Atleta

Há pouco mais de um ano, o sonho do piracicabano Victor Phelipe Siqueira Martins tornou-se realidade. Ele deixou o emprego como supervisor de segurança do shopping e começou a produzir conteúdos como streamer, que é a pessoa que utiliza das ferramentas da internet para transmissões ao vivo.

No caso de Victor, conhecido como Gordola, o trabalho esteve direcionado aos jogos eletrônicos da Fifa (sigla em inglês para Federação Internacional de Futebol). A dedicação de Gordola, 35, deu resultados e ele foi contratado no último dia 17 de abril pela equipe de “e-sports”, montada pelo Santos Futebol Clube.

Gordola que já é reconhecido no cenário dos jogos eletrônicos, disse que trabalhou bastante para conquistar o seu público, que hoje é fiel. “Tive o apoio de outros streamers que me apoiaram no início. Hoje, é gratificante ter uma trajetória de apenas um ano e ter a sua história servindo de inspiração para outros jovens que querem seguir esse caminho.” – explica.

De acordo com o streamer, que tem família no Jardim Caxambu, ainda não há datas definidas para as primeiras competições como atleta do Santos, mas o objetivo é continuar os treinamentos e buscar o crescimento na carreira, sem deixar de lado o principal nos jogos de vídeo game, que é trazer alegria e entretenimento ao público.

“O meu maior objetivo era me tornar um grande streamer no cenário da Fifa e ser contratado para representar alguma equipe. Parte deste sonho já é realidade ao representar o Santos, que é o meu time do coração. É a maneira de unir as minhas duas paixões: o Peixe e o vídeo game. Quero crescer dentro da equipe, aprender com a rapaziada e, é claro, conquistar títulos e ajudar a equipe no reconhecimento como uma grande representante dos jogos eletrônicos.”

“E-sports” do Santos

A equipe de “e-sports”, os jogos eletrônicos, do Santos começou em março de 2018 para aproximar a equipe do público mais jovem.

O presidente do clube na época, José Carlos Peres, disse na oportunidade do lançamento da equipe, que um clube que pensa como time profissional precisa ter uma gestão inovadora, de olho no futuro. Por isso, a opção nos investimentos pelos jogos eletrônicos.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × 3 =