Piracicabano participa de Pan-Americano de Ginástica no Rio de Janeiro

Técnico Daniel Biscalchin observa o ginasta Diogo Soares - Crédito foto: Líder Esportes

O ginasta piracicabano Diogo Soares e o técnico Daniel Biscalchin embarcaram no final de semana para o Rio de Janeiro, para a última semana de preparação para o Campeonato Pan-Americano de Ginástica, que será disputado no Parque Olímpico da Barra, na capital fluminense. A competição começa no dia 4 de junho com as provas da ginástica artística e termina no dia 13, quando serão realizadas as disputas de ginástica rítmica e trampolim. O evento é classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Na ginástica artística, especialidade de Soares, os dois primeiros colocados no individual geral garantem suas vagas diretas às Olimpíadas do Japão. O regulamento, porém, não permite que as vagas sejam preenchidas por ginastas do mesmo país. Os resultados dos atletas que garantiram suas presenças em Tóquio no último Mundial não serão válidos para a classificatória olímpica, no Rio de Janeiro. “Esta edição do Pan será atípica e não contará com as presenças de atletas do Canadá e Cuba. Os Estados Unidos sempre são favoritos para conquistar uma vaga, mas temos chances.”, afirmou o técnico.

Daniel Biscalchin disse que o Diogo se preparou muito bem para a competição e está motivado, treinando para fazer os ajustes finais, o ‘polimento’ que vai definir a série exata e a possível inclusão de alguns elementos.

“Será um desafio importante e espero que ele seja competitivo. A série não pode ser fraca, pois isso reduz pontuação e não dá a chance de disputar (a vaga), mas também não pode ser de muito risco, porque uma queda pode comprometer a nota final. Vamos partir de uma série com o máximo de dificuldade e o maior grau de segurança. É importante ter constância na execução. Nas finais por aparelho, aí sim, podemos arriscar um pouco mais. Todos esses elementos ‘extras’ já estão inseridos na rotina de treinamento.”, falou o treinador da Academia Pira Olímpica.

Com as conquistas de duas medalhas nos Jogos Olímpicos da Juventude, o título de campeão brasileiro adulto aos 17 anos e uma prata nas argolas no Mundial Juvenil, o ginasta piracicabano quer dar mais um salto na carreira e conquistar a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Antes de viajarem para o Rio de Janeiro, atleta e técnico foram submetidos aos testes PCR-RT para Covid-19 e um novo exame foi efetuado antes do embarque. Todos os resultados deram negativos.

Da Redação

LEIA MAIS:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + 7 =