PM identifica médica acusada de atropelar ciclista na Armando de Salles

Acidente ocorreu na Armando de Salles Oliveira (Claudinho Coradini/JP)

A Polícia Militar identificou uma médica, que dirigia uma Tiguan e teria atropelado o ciclista Anderson Cleyton de Souza, 39 anos, na última sexta-feira (23), no cruzamento das avenidas Armando de Salles Oliveira e Torquato da Silva Leitão, no São Dimas. Devido aos ferimentos, o ciclista não resistiu e a motorista teria fugido do local do acidente sem prestar socorro à vítima.

Segundo a PM, a identificação do veículo foi confirmada, por meio das câmeras de videomonitoramento do Cemel (Central de Monitoramento Eletrônico) que registrou o momento do acidente e com base nessas informações, a motorista foi localizada. “Pela placa do carro, identificamos o proprietário do veículo, que também é médico, em seu endereço antigo. O zelador do condomínio onde ele morava disse que o conhecia e tinha o telefone dele”, disse um policial militar que atendeu o caso.

Ainda conforme a polícia, por meio de conversa telefônica do próprio condomínio, ele afirmou que se mudou para outro condomínio e a esposa havia se envolvido em um acidente de trânsito. “Orientei a se apresentar ao Plantão Policial de Piracicaba, onde o aguardei para levá-lo ao delegado de plantão”, completou a o policial. Ela prestou depoimento e liberada em seguida.

O CASO
Segundo as primeiras apurações da polícia, no dia do acidente a motorista não havia sido identificada, A vítima, com sangramento na cabeça, foi socorrida ao HFC (Hospital Fornecedores de Cana), mas não resistiu. Naquela ocasião, Anderson ainda não tinha sido identificado, pois não portava documentos. Após ter a sua identidade confirmada no IML (Instituto Médico Legal), Souza foi sepultado nesta terça-feira(27), no Cemitério da Vila Rezende. Ele tinha duas filhas.

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 + oito =