Polícia Ambiental: homem é multado por manter aves silvestres em cativeiro

Aves foram devolvidas à natureza (Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental apreendeu anteontem seis aves silvestres em uma residência, no Irapuã. O responsável pelos pássaros foi multado em R$ 3,5 mil. Entre as espécies estão tico-tico, bigodinhos, trinca ferro verdadeiro, Tiziu canário da terra verdadeiro. As aves estavam dispostas em gaiolas com água e comida a disposição, abrigadas das intempéries e sem sinais de maus tratos, de acordo com a corporação.

O criador das aves informou que ganhou-as, porém não possui autorização do órgão ambiental competente para manter os referidos em cativeiro e quanto ao pássaro com anilha cortada informou que não sabia que estava nessa situação e aguardava transferência para seu plantel.

As aves sem identificação foram soltas em habitat natural, pois apresentaram estado bravio e não apresentaram ferimentos. As gaiolas foram destruídas e descartadas em local apropriado.

PAPAGAIO
Os policiais também estiveram anteontem, em um sítio, na área rural de Piracicaba, onde localizaram um papagaio verdadeiro. O responsável foi multado em R$ 500. Como perceberam que a ave já estava domesticada, e não tinha mais condições de retornar à natureza, ela permaneceu temporariamente em poder do responsável, de acordo com a polícia.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dois × um =