Polícia Civil prende acusados de venda ilegal de gás de cozinha na Vila Sônia

Policiais receberam uma denúncia anônima (Divulgação/Polícia Civil)

Uma denúncia anônima, ajudou os policiais civis do 5º Distrito Policial na identificação de duas pessoas que estariam envolvidas na venda ilegal de botijões de gás,em um depósito, na Vila Sônia. O estabelecimento não tinha autorização da ANP (Agência Nacional de Petróleo) ou alvará de funcionamento para o armazenameno e venda dos botijões. A sócia do depósito foi autuada em flagrante pela acusação de prática de crime contra a ordem tributária e crime contra a ordem econômica e o motorista por crime contra a ordem econômica. Ambos não tiveram direito à fiança, de acordo com o delegado Fábio Rizzo de Toledo.

Segundo a Polícia Civil, os investigadores estiveram no depósito informado na denúncia e identificaram que o motorista de um caminhão carregado com  vários botijões de gás chegou ao local. Ele alegou que trabalhava como motorista e entregador para uma empresa e que deveria descarregar certa quantidade de botijões.

Questionado sobre os botijões, ele afirmou que não possuía nota fiscal ou qualquer outro documento de origem da carga, em seguida, ele teria entrado em contato com a empresa e informou que os responsáveis estavam emitindo naquele momento a nota fiscal , após  tomar conhecimento da abordagem policial.

Em seguida, o delegado requisitou a realização de exame pericial no local e a apresentação de todos os envolvidos na delegacia. Acompanhada do advogado, a sócia do estabelecimento, ela informou ser a responsável pela administração da empresa. Já o motorista, afirmou que não tinha autorização para o transporte de cargas perigosas. Após prestarem depoimento, ambos foram presos em flagrante.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 4 =