Polícia Civil prende suspeito de envolvimento com homicídio de secretário municipal de Nova Odessa

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (21), policiais civis da Deic (Divisão Especializada em Investigações Criminais) de Piracicaba prenderam P.S.S., um homem investigado pelo homicídio do secretário municipal de governo de Nova Odessa, Marco Antonio Barion, na manhã do dia 06 de dezembro de 2021. Barion (ou Russo, como era chamado) tinha 52 anos.

O suspeito foi encaminhado para a Deic de Piracicaba. A delegada Juliana Pereira Ricci é a responsável pelo caso.

O CRIME — Conforme o Jornal de Piracicaba divulgou anteriormente, Marco Antonio Barion, conhecido como Russo, foi morto a tiros por volta das 07h30 de segunda-feira, 06 de dezembro de 2021, logo após sair de carro do condomínio em que morava, no Jardim Marajoara, para ir trabalhar. O crime aconteceu no cruzamento da rua Guilherme Klavin com a rua Rute Klavin Grikis. Mais de dez disparos foram efetuados contra o veículo Citroën Aircross de Barion. A ação toda durou aproximadamente 20 segundos.

Russo era cientista social formado pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Araraquara. Ele foi assessor parlamentar do ex-deputado Antonio Mentor, secretário parlamentar do ex-deputado José Mentor, falecido em 2020 por Covid. Russo também tornou-se conhecido por ser presidente do PT de Americana durante muitos anos. Ele estava filiado ao PSD, mesmo partido do prefeito de Nova Odessa na época.

Ele também atuou como coordenador de Governo da Prefeitura de Iracemápolis e secretário de Administração da Prefeitura de Artur Nogueira. Anteriormente atuou como assessor do vereador Professor Antonio, em Nova Odessa, até outubro de 2020, quando deixou a assessoria para assumir a coordenação da equipe de transição do atual prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

20 − quatro =