Polícia Militar deve receber 2,5 mil câmeras corporais

Foto: Claudinho Coradini/JP

Policiais militares deverão receber 2,5 mil câmeras corporais. O novo sistema terá tecnologia para acionamento remoto, localização imediata por GPS, gravação ininterrupta do turno de serviço, com armazenamento do conteúdo em nuvem e transmissão das imagens em tempo real para centrais específicas, como o Copom (Centro de Operações da Polícia), garantindo assim o acompanhamento instantâneo das ações policiais em diferentes regiões do Estado e a sincronização dos fatos com as evidências gravadas. O anúncio da contratação dos equipamentos foi feito pelo governador João Doria (PSDB), anteontem.

“Será mais um equipamento para se somar às diversas tecnologias existente para uma melhor prestação de serviços. Se é possível filmar o ambiente da ocorrência será possível saber o que acontecer e também pode ser usada como prova, bem como será uma proteção ao policial que está de serviço”, disse o comandante do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior), coronel Willians de Cerqueira Leite Martins.

LEIA MAIS

A expectativa é que as novas câmeras entrem em operação já no primeiro trimestre de 2021. O contrato de prestação de serviço terá duração prevista de 30 meses e a estimativa é que o Governo do Estado invista cerca de R$ 1,2 milhão ao mês na operação e gestão completa do sistema. Já no início do próximo ano, será lançado um novo edital para a contratação de mais sete mil bodycams. A meta do governo paulista é alcançar a marca de 10 mil câmeras corporais em operação até o fim de 2021.

Cristiani Azanha
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dois × 2 =