Polícia Rodoviária realiza Operação Ano Novo

Fiscalização será intensificada (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Polícia Militar Rodoviária desencadeou a partir da zero hora desta sexta-feira (27), a Operação “Ano Novo”, nos mais de 22 mil quilômetros da malha rodoviária do Estado de São Paulo. Durante todos esses dias, a atuação do Policiamento Rodoviário será na prevenção criminal, e na segurança do trânsito, verificando principalmente o excesso de velocidade, a embriaguez na condução dos veículos, as ultrapassagens proibidas, o uso de cinto de segurança e dos dispositivos de retenção para crianças, o uso do celular (smartphone) ao volante, além do uso de capacetes por motociclistas, contribuindo, desta forma, com a redução de mortes no trânsito, conforme preconizado pela ONU (Organização das Nações Unidas). A atividade será encerrada às 23h59min da quinta-feira (2 de janeiro de 2020).

O Policiamento Rodoviário permanecerá em regime especial de trabalho, com redução de folgas e emprego do efetivo administrativo, potencializando a ação ostensiva, atuando de forma estratégica, em dias, horários e locais conforme o volume de tráfego e índices de vulnerabilidade. Serão em média 1.604 homens e mulheres, por dia, empregados de forma estratégica em 125 Bases Operacionais fixas, além do empenho diário de 585 viaturas em média, visando garantir a segurança pública e a fluidez do trânsito. O efetivo de serviço conta, ainda, com o monitoramento por câmeras, etilômetros, radares (portáteis e móveis) para aferição de velocidade, binóculos para a fiscalização de infrações em movimento, entre outros equipamentos

NATAL

A corporação prendeu 131 pessoas e apreendeu mais de 600 quilos de drogas durante a “Operação Natal 2019”, deflagrada na madrugada do último dia 20 de dezembro e finalizada às 23h59 de quinta-feira (26 de dezembro). Os trabalhos foram realizados para garantir a segurança nos mais de 22 mil quilômetros da malha rodoviária do Estado.

A ação resultou em 44.797 autuações por infrações de trânsito, além de autuações por excesso de velocidade que totalizaram 43.587 imagens de radar. Mais de 600 motoristas foram flagrados sob efeito de álcool ou de outras substâncias e 996 foram autuados por recusa ao teste do bafômetro.

 

 

Cristiani Azanha

[email protected]