Policiais civis da Deic frustram golpe da compra de Mercedes

Veículo foi devolvido ao dono (Divulgação/Deic)

Policiais civis da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) frustraram o golpe da compra de uma Mercedes, negociada com um homem de 27 anos, que se passava por advogado. O veículo foi recuperado, ontem, no São Dimas, e devolvido ao proprietário. A participação do suspeito será apurada durante o inquérito policial.

De acordo com os policiais do Setor de Patrimônio da 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da Deic, a investigação começou a partir do registro de um boletim de ocorrência sobre estelionato. O homem, que teria se mostrado interessado em comprar o carro, não fez o pagamento pela aquisição do veículo e teria deixado de atender os contatos do proprietário.

“O investigado tem uma boa aparência, alegava que defendia como advogado pessoas influentes na cidade e alegou que efetuaria o pagamento em poucos dias, pois iria receber uma quantia expressiva de um cliente. O proprietário acreditando que ele era uma pessoa de boa fé, entregou as chaves do carro, sem ter nenhuma garantia sobre o pagamento”, informou o policial do Setor de Patrimônio.

Segundo ele, o golpe só foi descoberto, porque o suspeito teria tentado vender o veículo para uma terceira pessoa, que antes de concluir a compra, consultou os dados do carro e conseguiu chegar até ao proprietário. “Quando foi informado que seu veículo seria negociado por outra pessoa, percebeu que era vítima de um possível estelionato”, relatou o policial.

DICAS
A Deic orienta cautela na compra ou venda de qualquer bem, principalmente carros. É preciso ter informações sobre o proprietário e o carro. O negócio deve ser finalizado com o registro em cartório para o Detran ser informado da transferência de propriedade, pois o carro pode ser usado em roubos, causar atropelamentos cuja suspeita vai cair inicialmente em nome do proprietário do carro que consta no documento.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha
[email protected]
r

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

11 − 2 =