Portal na internet vai conectar voluntários e instituições em Piracicaba

Foto: Divulgação

No site Pira Solidária, entidades poderão se cadastrar, inserindo serviços, doações e iniciativas disponíveis, e moradores terão a possibilidade se cadastrar como voluntários.

O Fundo Social de Solidariedade (Fussp) e a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads) de Piracicaba apresentaram o Portal Pira Solidária, que reúne voluntários e instituições em um site. O projeto está em fase de testes e precisa passar pela aprovação final dos membros do Conselho Deliberativo do Fussp e pela Procuradoria Geral da Prefeitura. O portal é uma contribuição da Casa do Amor Fraterno, por meio da mantenedora, Elenice Miranda D’Abronzo, e foi apresentado pela assistente social Rosimeire Oliveira.

Tatiane Stella, coordenadora do Banco de Alimentos, afirmou que a construção do portal visa “ampliar a participação das instituições em ações que sejam efetivas em prol das famílias em situação de vulnerabilidade, mapeando tanto empresas, instituições e cidadãos voluntários”.

O Pira Solidária é autossustentável, ou seja, as instituições, empresas, ONGs, grupos coletivos e outras entidades poderão se cadastrar, inserindo quais são os serviços, doações, iniciativas que estão realizando. Além disso, os cidadãos poderão se cadastrar como voluntários, buscando trabalhos que possam realizar, além de serem encontrados pelas instituições cadastradas.

Um dos objetivos do portal é reduzir a duplicidade de iniciativas, doações e entregas de donativos para as famílias cadastradas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) da cidade e em outras instituições que, muitas vezes, coletam e distribuem donativos sem estabelecerem uma conexão com o Fundo Social de Solidariedade.

Nesta etapa de testes, os responsáveis pelo portal devem alinhar as sugestões de todas as instituições, finalizar alguns pontos de caráter administrativo e técnico para que, em seguida, o Pira Solidária seja avaliado pelo Conselho Deliberativo do Fussp e jurídico da prefeitura. A partir daí, o material estará apto para ser disponibilizado para empresas, instituições e sociedade em geral.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezenove + 8 =