Prefeito decreta luto e cidade lamenta mortes

Foto: Câmara de Vereadores de Piracicaba

Em foto de 2016, família se reuniu na Câmara de Vereadores durante homenagem a Celso Silveira Mello

O prefeito de Piracicaba, Luciano Almeida (DEM), decretou luto oficial de três dias no município pelas mortes dos ocupantes do avião que caiu na manhã de ontem (14) no bairro Santa Rosa, após decolar do aeroporto municipal Pedro Morganti, pela manhã. As vítimas são Celso Silveira Mello Filho, a esposa dele, Maria Luiza Meneghel, e os três filhos do casal: Celso, Fernando
e Camila. O piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo também morreram.

Assim que recebeu a notícia, o prefeito Luciano Almeida se dirigiu ao local e acionou equipes da prefeitura para o auxílio rápido no resgate. “Lamento profundamente e presto minha solidariedade aos familiares e amigos das vítimas. Ficamos consternados com o acidente e, por isso, decretamos luto oficial no município como forma de prestar nossa homenagem neste momento tão difícil”, disse Luciano.

A Câmara de Vereadores de Piracicaba publicou nota de condolências pelo falecimento do empresário e de todos os ocupantes da aeronave King Air 360. Por iniciativa do presidente Gilmar Rotta (Cidadania), a Câmara mantém a meio mastro as bandeiras de Piracicaba, do Estado de São Paulo e do Brasil, em frente ao seu prédio na rua Alferes José Caetano, acompanhando o decreto do Poder Executivo, de luto oficial de três dias.

A Acipi (Associação comercial e Industrial de Piracicaba) também enviou nota de pesar pela morte da família Silveira Mello. “É com extremo pesar e profunda tristeza que a Acipi recebeu a notícia do trágico acidente aéreo, envolvendo Celso Silveira Mello Filho, Maria Luiza Meneghel e os três filhos, além de Celso Elias Carloni e Giovani Gulo. Em nome dos diretores, conselheiros e das 6.000 empresas associadas, os mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos”, traz a nota.

O diretor titular do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Fábio Vitti, se manifestou sobre a morte do empresário. “Lamentamos muito o acidente ocorrido, uma perda inestimável para todo o setor produtivo industrial”, afirmou.

O presidente da Coplacana, Arnaldo Bortoletto, considerou como lastimável a morte de Silveira Mello e seus familiares. “Não tem explicação a não ser lamentar a perda de um ilustre empresário, que gerava empregos dentro do setor, e renda para o município. Ele é exemplo de cidadão que luta, isso choca muito”, lamentou. O empresário Jorge Aversa Júnior disse que Piracicaba perde um dos maiores empresários do Brasil e citou a importância das famílias para o desenvolvimento
da cidade. “Apesar de todos os empreendimentos e posses, o Celso era uma pessoa simples que convivia e gostava de Piracicaba”, destacou.

Os deputados estaduais Alex de Madureira (PSD), Professora Bebel (PT) e Roberto Morais (Cidadania) usaram suas redes sociais para lamentar a morte da família Silveira Mello. Alex pediu um minuto de silêncio durante reunião da Alesp desta terça-feira.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

18 − cinco =