Prefeito Luciano Almeida anuncia Reforma Administrativa e demais investimentos

Foto: Alessandro Maschio/JP

Reforma vai criar a Secretaria Municipal de Habitação e Gestão Territorial, além da Ouvidoria e Corregedoria

No dia em que Piracicaba completou 255 anos, o prefeito Luciano Almeida (União Brasil) anunciou o pacote Decola Pira, plano de reformas administrativas que tem por objetivo melhoria na eficiência da prestação de serviços públicos municipais para elevar a cidade de Piracicaba ao patamar Smart Cities com novos recursos para a gestão pública do município. As ações tem parceria com o Governo do Estado de São Paulo no valor de R$ 26, 9 milhões, além das parcerias com empresas privadas situadas na cidade.

O evento contou com a presença do governador do Estado, Rodrigo Garcia, deputados estaduais Roberto Morais e Alex Madureira, do presidente da Investe-SP, Antonio Imbassahy, do presidente do grupo Cosan, Rubens Ometto Silveira Mello e demais autoridades.

“Com o Decola Pira, estamos falando de um passado de pandemia que fica para trás e, a partir de agora, começamos uma nova historia, etapa e a retomada da economia”, afirmou o prefeito na tarde de ontem. O projeto apresenta mudanças que dão ênfase principalmente na área da saúde, educação, meio ambiente e cultura.

Luciano relatou o déficit de profissionais da área de Saúde. “Essa é a situação mais grave do município”, apontou ele. Um de seus objetivos é diminuir a incidência da falta de comparecimento da população em consultas ou exames médicos, no qual ele afirma que poderá ter uma maior disponibilidade de médicos e equipamentos à população. Além disso, os projetos sociais na área são: Cartão Pira, logística de medicamentos, parceria na gestão de UPAs e PSF’s e adesão ao consócio Cismetro. Com a ajuda do Governo também será feito um aumento de repasse de custeio para o Hospital Regional e para a Santa Casa de Piracicaba.

Já na Educação está o projeto de tempo integral em todas as escolas municipais: a Eita (Escola Integral para Todas). “Vamos começar uma revolução na Educação. Vamos deixar um plano de 10 anos para que futuros gestores possam cumprir”, afirmou ele. Além da conversão, serão distribuídos para as escolas cerca de 4 mil Chromes Book para os alunos, 3 mil para professores. “Hoje as crianças nascem com os celulares nas mãos. Precisamos investir em formas diferentes de prender a atenção em sala de aula”, explicou ele. E por último, todos receberão um kit de uniformes. Luciano explica que, desta forma, será possível identificar estudantes nas ruas e evitar maior desigualdade, todos se vestirão da mesma forma na escola.

No segmento ambiental, a Prefeitura de Piracicaba tem buscado práticas que geram economia para os seus cidadãos. Um dos interesses é realizar a troca da iluminação pública pelo sistema de LED em 5 mil pontos da cidades, no qual reduz a emissão de dióxido de carbono. Além de ainda efetuar estudos para a adesão a mercado livre e investimento em geração própria de energia para os prédios públicos.

Na cultura, o presidente do grupo Cosan, Rubens Mello, anunciou o VER de Museu. O projeto será realizado no Engenho Central e valorizará mais o passado da cana-de-açúcar. A previsão é que o projeto seja entregue no ano que vem, inicialmente com as restaurações dos barracões do Parque do Engenho Central.

Entre outros fatores também está à criação da Semuget (Secretaria Municipal de Habitação e Gestão Territorial), que unificará unificando a Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba) e o Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba). Também serão feitas novas execuções na nas secretarias municipais de Obras, Defesa do Meio Ambiente e de Água e Esgoto.

“É o sonho que a gente sempre teve que é o museu da cana-de-açúcar, porque Piracicaba é o berço da agricultura brasileira que hoje sustenta esse país com o agronegócio brasileiro”, relatou Mello.

Fernanda Rizzi
fernanda. [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

6 − dois =