Prefeitura cria comissão para aprimorar Portal da Transparência

Segundo Observatório Cidadão, portal não atende ou atendeu parcialmente 52% dos itens avaliados | Foto: Claudinho Coradini/JP

A Prefeitura de Piracicaba criou uma comissão com objetivo de aprimorar o Portal da Transparência. Segundo o Executivo, o portal atende as exigências da Lei de Acesso à Informação (12.527/2011), tendo nota 9,4 em ranking de transparência elaborado pelo MPF (Ministério Público Federal).

O anúncio ocorre após publicação de boletim do Observatório Cidadão de Piracicaba sobre o portal. No documento consta que o Portal da Transparência da prefeitura não atendeu ou atendeu parcialmente a 52% dos indicadores avaliados e apresentou sugestões para melhorias.

“Decidimos criar uma comissão formada por representantes das secretarias de Finanças, CI [Centro de Informática], Procuradoria Geral e Comunicação, que fará uma varredura no Portal da Transparência de maneira constante, analisando se o carregamento das informações está sendo atualizado e se os filtros de pesquisa estão funcionando de maneira correta”, afirmou Carlos Beltrame, secretário de Governo. “Ao término dessa varredura, convidaremos os representantes do Observatório Cidadão Piracicaba para ouvir suas sugestões sobre o funcionamento do portal”, complementou Beltrame.

LEIA MAIS:

Após divulgação do boletim, a prefeitura realizou reunião em 4 de fevereiro para tratar das melhorias no Portal da Transparência, na qual foi acordado a construção de um site unificado, para facilitar o acesso com informações de todas as secretarias em uma mesma plataforma.

Segundo nota da prefeitura, Bruno Santos, responsável pelo Centro de Informática, confirmou que “no início do mês de janeiro [primeira quinzena], aconteceram alguns problemas no portal, por causa de empenhos que não estavam lançados pelo Siafem (Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios), por isso, algumas páginas ficaram em branco, como aquelas que tratam do repasse a entidades da sociedade civil”, informou.

Andressa Mota
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × dois =