Presa é acusada de ameaçar colocar fogo em companheira de cela no CR

0
279 views
Caso foi registrado no plantão policial (Arquivo/JP)

A Polícia Civil apura uma denúncia de assédio sexual e ameaça de morte de uma detenta de 39 anos do CR (Centro de Ressocialização) Feminino Carlos Sidnes de Souza Cantarelli, em Piracicaba. Ela acusa outra presa de 40 anos, que cumpre pena na mesma unidade prisional. O boletim de ocorrência foi registrado no último sábado (7). O caso será apurado através de inquérito policial.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 19h30 de sábado, a detenta teria afirmado aos agentes de segurança que estaria sendo assediada por outra companheira de cela, que teria assediado-a com toques de mãos e recebendo propostas para que ficasse com ela. Diante das negativas, a acusada teria ameaçado colocar fogo na vítima, enquanto dormia.

A denunciante informou que os assédios e ameaças estão se repetindo há mais de duas semanas, inclusive a acusada teria se aproveitado para tocá-la na boca e nas partes íntimas, enquanto dormia.

A acusada também teria deixado um livro com o título “Jesus, Psicanalista de Resultados”, na cama da vítima, onde há diversos textos escrito pela autora com propostas de cunho sexual. Ela alega que todas as propostas são recusadas, mas mesmo assim a suspeita ainda insiste. Os fatos ocorrem sempre durante a madrugada.

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × 5 =