Presídios de Piracicaba retornarão com as visitas presenciais neste sábado

A retomada seguirá normas rígidas e faz parte da 3ª fase do projeto Conexão Familiar (Claudinho Coradini/JP)

As visitas presenciais nas unidades prisionais de Piracicaba retornarão a partir deste sábado (10) e domingo (11). A medida atinge os 178 presídios paulistas. De acordo com a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), serão seguidas as mesmas regras vigentes anteriormente para a retomada gradual e controlada das visitas presenciais, com visitação restrita a apenas uma pessoa por reeducando, devidamente cadastrada no rol de visitas. A visitação está limitada a maiores de 18 anos, sendo que pessoas com 60 ou mais ou integrantes de grupo de risco poderão entrar somente se apresentarem comprovante de esquema vacinal completo para covid-19 e após o período de, ao menos, 20 dias da aplicação da segunda dose, ou quando for caso, da dose única. Para as que tiverem entre 18 e 59, não haverá exigência de comprovante de vacinação.

O visitante deverá portar somente a carteirinha de visitante, o documento de identificação com foto e o comprovante de vacinação contra a covid-19, se for o caso, sendo vedada a entrada de quaisquer outros objetos.

As visitas ocorrerão por um período máximo de duas horas (das 9h às 11h e das 13h às 15h), divididos entre os finais das matrículas dos reeducandos (pares e ímpares) e mediante divisões de pavilhões (pares e ímpares), conforme cronograma abaixo. Os presídios em que os pavilhões são divididos por letras seguem as mesmas regras, considerando como PARES os pavilhões B, D, F, H, J e L e ÍMPARES os pavilhões A, C, E, G, I, K e M.

Os Centros de Ressocialização, Hospitais de Custódia e Alas de Seguro serão considerados pavilhão único, sendo as visitas realizadas em finais de semana intercalados e aos sábados com reeducandos com matrículas com final ímpar e domingos matrículas com final par. Obrigatório o uso de máscara durante todo o período de permanência na unidade prisional. Não serão permitidos quaisquer contatos físicos entre custodiados e visitantes, sujeitando o descumprimento às medidas de suspensão temporária de visitação do reeducando ou visitante.

A visitação em determinada unidade poderá ser suspensa temporariamente, diante da presença de cenário adverso em relação a novos casos de covid-19.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

cinco × três =