Primeira mulher eleita para Academia de Letras ganha homenagem em concurso

Foto: Divulgação

Inscrições para o 1º Concurso de Contos Maria de Lourdes Teixeira estão abertas

As inscrições para o 1º Concurso de Contos Maria de Lourdes Teixeira terminam em uma semana, na próxima quinta-feira (dia 12). A primeira edição do prêmio realizada pela Prefeitura de São Pedro, por meio da Coordenadoria de Cultura, traz em destaque a escritora são-pedrense, Maria de Lourdes Teixeira, a primeira mulher a ser eleita para uma Academia de Letras no Brasil. Os interessados em participar devem entrar em contato pelo e-mail ‘concursomariadelou[email protected]’. Haverá premiação em dinheiro e o regulamento completo está disponível em ‘https://www.saopedro.sp.gov.br/regulamento-concurso-de-contos-pdf’.

O concurso é dividido em três categorias determinadas por faixa etária – 12 a 14 anos; 15 a 17 anos; e acima dos 18 anos, sempre considerando a idade completa na data final da inscrição (dia 12 de maio). Os trabalhos inscritos precisam ser inéditos e a temática é livre. O primeiro colocado no concurso recebe R$ 500; o segundo, R$ 300; e o terceiro, R$ 200. Todos os trabalhos vencedores serão publicados em livro on-line.

“Agora, também conseguimos viabilizar a publicação de uma coletânea impressa com os textos vencedores, para entregar a quem desejar e divulgar ainda mais os trabalhos dos escritores”, contou o coordenador municipal de cultura, Ivan Teixeira.

QUEM FOI?
Filha de Avelino de Souza Teixeira e Querubina Stela Rezende, Maria de Lourdes Teixeira nasceu em São Pedro no dia 23 de março de 1907. Ela aprendeu as primeiras letras com a mãe e, como estudante, publicou contos em revistas e jornais. Em 25 de junho de 1969, tomou posse na Academia Paulista de Letras, tornando-se a primeira mulher a ser eleita para uma Academia de Letras no Brasil. Casou-se cedo, com Hermelindo Scavone, que a proibiu de divulgar os trabalhos literários. Depois de 20 anos, eles se separaram e ela, então, voltou a dedicar-se à literatura, com romances, contos, artigos e crítica literária. Teve, ainda, um segundo casamento, com o escritor José Geraldo Vieira, com o qual viajou o mundo em missões culturais.

Entre as principais obras de Maria de Lourdes Teixeira estão os romances ‘Rua Augusta’, ‘O Banco de Três Lugares’ e ‘Raiz Amarga’, os ensaios ‘O Pássaro Tempo’ e ‘Felícia’, e as biografias ‘Graça Aranha’ e ‘Gregório de Matos’, além dos contos ‘O Criador de Centauros’ e ‘Todas as Horas de um Homem.’ Maria de Lourdes morreu em 1989, aos 82 anos de idade.

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × um =