Professor participa de livro sobre poesia na quarentena

Quarentena-Literária

A bibliotecária e poetisa Nirlei Maria Oliveira reuniu 12 escritores, entre eles o piracicabano Gilmair Ribeiro da Silva, que aceitaram falar sobre intimidades, sensibilidades, angústias, medos e desejos para dar vida ao livro Quarentena Poética. O lançamento – virtual – é hoje, às 19h, no canal no YouTube N’Outras Palavras. O link para fazer download estará disponível após o evento online.

Quarentena Poética é uma coletânea de poemas com algumas fotos do cotidiano, paisagens e objetos produzidas pelos autores. O livro, ressalta a organizadora, compõe uma narrativa visual e poética em tempos de pandemia.

“O livro foi idealizado como uma maneira de contrapor o excesso de notícias tristes e assim, alegrar nossos dias de quarentena e trazer a potência da palavra para suavizar as tristezas e ampliar a nossa capacidade de resgatar os bons sentimentos compartilhando versos”, fala Nirlei.

Gilmair Silva é o único piracicabano. Tem também autores de Formiga, Montes Claros e Pains, em Minas Gerais, e das cidades paulistas Hortolândia, Paulínia e Sumaré. Nirlei conta que o resultado é um “O gosto pela poesia aproximou mineiros e paulistas, de gerações díspares, lugares diferentes, profissões e histórias de vida diversas, conhecidos e desconhecidos, aqui estamos nós”, disse a organizadora, que mora em Campinas.

O piracicabano é íntimo das letras – é professor de Língua Portuguesa na rede estadual. “Na pandemia fui convidado pela professora universitária Nirley a participar de uma revista onde declamávamos poemas gratuitamente. As pessoas gostaram tanto que sugeriram a publicação de um livro”, conta Gilmair.

Quarentena Poética, para o professor, é “um abraço amigo” neste momento de distanciamento social. “Por isso mesmo o livro é gratuito. O povo hospitaleiro, culto e maravilhoso de Piracicaba me inspirou a participar do projeto e espero que todos possam ler, disse.

Erick Tedesco