Professores da EEP participam do World Criativity Day

O projeto Baja SAE/EEP e o Canal Ambientalmente, coordenados por professores da Escola de Engenharia de Piracicaba- EEP/FUMEP estão entre os trabalhos selecionados para participar do World Criativity Day (WCD- Dia Mundial da Criatividade), o maior festival colaborativo de criatividade do mundo. (Foto: Divulgação)

O projeto Baja SAE/EEP e o Canal Ambientalmente,coordenados por professores da Escola de Engenharia de Piracicaba- EEP/FUMEP estão entre os trabalhos selecionados para participar do World Criativity Day (WCD- Dia Mundial da Criatividade), o maior festival colaborativo de criatividade do mundo.

O evento, online e gratuito,acontecerá de forma simultânea em 121 cidades de 15 países, nos dias 21 e 22 de abril, quando 1500 atividades, entre vídeos e lives,bem comoapresentações de escolas parceirasno palcoprincipal,estarão disponíveispela plataforma oficial do evento na internet(https://www.worldcreativityday.com/brazil/piracicaba/home), para falar sobre as novashabilidades para o futuro.A expectativa é que pelo menos 50.000 pessoas façam download do aplicativo do festival, que concederá certificado de participação.

“Na prática, este ano, o evento se configura em plataforma para mapear soluções mundiais no combate à covid-19”, consideram os professores André de Lima, coordenador acadêmico do curso de graduação em Engenharia de Produção; e Sérgio Arnosti Júnior, professor dos cursos de graduação dasEngenharias Ambiental, Mecânica e de Produçãoda EEP.

Segundo eles, trata-se de uma iniciativa fantástica, organizada paraincentivar a criatividade e acelerar a revolução daaprendizagem.“Temos presenciado profundastransformações na economia e na sociedade em nível mundial, de forma que as pessoas precisam desenvolver novas habilidades com foco emempregabilidade e geração de renda, ajudando areduzir os malefícios da pandemia”, consideraram.

Com esta perspectiva, os professores da EEP elaboraram seus trabalhos no formato de vídeos de aproximadamente dez minutos, para difundir através das redes sociais o conhecimento e experiências acumulados ao longo de suas vidas profissionais.

Sergio Arnosti, criador do Canal Ambientalmente, apresentou o espaço digital comoexemplo de utilização da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem para promover a conscientização sobre a necessidade de preservação e respeito ao meio ambiente. “A missão do canal é oferecer, divulgar e promover conteúdos confiáveis e de qualidade, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento e disseminação de práticas ambientalmente corretas para pessoas de todos os níveis sócio-educacionais”, disse.

André de Lima, por sua vez, participa do Festival apresentando o Projeto EEP Baja. Ele lembra que a equipe é a representante oficial da Escola nas Competições promovidas pela SAE Brasil, associação de engenheiros da mobilidade, e que integrar o time confere diferenciais importantíssimos aos estudantes. “Além de colocar em prática o que aprendem em aula, o projeto permite que os estudantesproponham soluções cada vez mais práticas e inovadoras para os problemas decorrentes do processo de concepção e construção de um veículo off road monomotor, como o EEP Baja”, considerou.

Os professores informam ainda que, neste ano, o WCD assumiu compromisso com a educação para ashabilidades do novo mercado de trabalho, liderando grande campanha de doação debolsas de estudos por meio de parceria com algumas dasmelhores e mais influentes escolas de cursos livres dopaís. “A proposta é apoiar a nova educação com foco nodesenvolvimento das habilidades do futuro, por meio dos inúmeros e cursos e palestras oferecidos gratuitamente durante 48 horas de intensa programação”, observaram.

Inúmeros cursos, palestras sem custos para difundir a criatividade. São 48 horas de cursos.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

9 + 12 =