Professores municipais reclamam de demora na entrega do resultado da testagem

Foto de teste rápido para covid-19
Foto: Claudinho Coradini/JP

No último sábado, todos os professores e funcionários da rede municipal de Ensino realizaram, por meio de força-tarefa da Prefeitura, testagem rápida para a covid-19. A medida visa o retorno das aulas presenciais, agendado para 8 de fevereiro. Apesar do período entre o teste a volta às aulas seja de quase duas semanas, alguns servidores reclamam de demora para a entrega do resultado.

Uma funcionária da rede, que pediu anonimato com medo de represália, questiona a demora da Secretaria da Educação, já que o tipo de teste realizado foi o IgG/IgM, cujo resultado é conhecido em minutos. “O resultado ainda não foi disponibilizado aos funcionários até agora, Inclusive àqueles com suspeita de estar com covid-19”, afirma.

Ela revela que nenhum professor e funcionário da escola onde atua, com 50 servidores, recebeu o resultado. Informa, ainda, que houve uma pequena aglomeração no dia da testagem. “Aconteceu com horário marcado, com grupos de pessoas, mas teve aglomeração, sim”.

A pasta, no entanto, afirma que já divulga os resultados. “O resultado é individual e a Secretaria Municipal de Educação ficou com a incumbência de entregá-lo aos profissionais da pasta que foram testados. Isso já está sendo feito”, respondeu em nota enviada ontem ao Jornal de Piracicaba.

Quanto ao tipo de teste usado, a Prefeitura destaca que o IgG/IgM é autorizado no Inquérito Epidemiológico do Município e, caso algum professor ou funcionário da rede municipal eventualmente estiver positivado, será encaminhado ao Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) para elucidação diagnóstica. “Com os procedimentos e providências necessários, seguindo protocolo específico para Covid-19”, completa.

Erick Tedesco

Leia mais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dez − 3 =