Projeto Heroica promove aulas online durante a quarentena

Presidente do Heroica, a advogada Simone Seghese lembra: “mulheres podem tudo” (Foto: Amanda Vieira/JP)

Nos próximos dias, as voluntárias do Projeto Heroica vão iniciar quatro cursos online gratuitos durante esta época de quarentena, por conta das medidas de prevenção ao coronavírus (covid-19). Um deles será sobre “Planos de Negócios”, que dá dicas para abrir um negócio. Outro sobre “Cuidados financeiros nos momentos de crise”, além de um círculo do livro para discutir a obra “Mulheres Que Correm Com Os Lobos”, da autora Clarissa Pinkola Estés, que faz a interpretação de 19 lendas e histórias antigas e aborda a essência da alma feminina. Os interessados devem entrar em contato com as voluntárias por meio do Facebook ou Instagram do Projeto Heroica, telefone (19) 98330-0480 ou e-mail [email protected]

A presidente do Heroica e advogada, Simone Seghese de Toledo disse os diretores do projeto acharam que seria uma grande oportunidade para usar mais a internet, relacionamento independente do deslocamento. “Teremos a oportunidade também de não interromper nenhum projeto”, afirmou Simone.

Segundo ela, as portas estão abertas para quem quiser colaborar de alguma forma. “Pode ser ensinado algum tipo de bordado, costura, culinárias e outras atividades”, comentou a presidente.

OBJETIVO
Para Simone, o Heroica tem o objetivo de desvendar os olhos e que as mulheres percebam o quanto são fortes. “Queremos enfatizar que as mulheres podem tudo e que não precisam depender de ninguém. Nem do pai, nem de um relacionamento, nem dos filhos e que inclusive, pode ficar muito bem sozinha”, completou Simone.

Atualmente, o projeto conta com o núcleo de Saúde (que conta com nutricionistas, fisioterapeutas), Psicologia (que engloba tanto os profissionais como universitários da área), Direito e Gestão do Trabalho.

O Heroica continua recrutando profissionais de vários segmentos para atuarem como padrinhos e madrinhas das mulheres em situação de vulnerabilidade que são atendidas pelo projeto. O período de acompanhamento dura três meses.

O Projeto Heroica foi criado há dois anos, em Piracicaba, e atende, em média, 100 mulheres por ano e visa orientar as mulheres sobre os sinais de relacionamentos considerados abusivos.

Cristiani Azanha

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 + 20 =