O discurso de Nara Perobelli, formanda do curso de gestão ambiental da Esalq/USP, hoje, em protesto à ministra Tereza Cristina do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) como paraninfa das turmas de 2019 ganhou as redes sociais. Nara foi a porta-voz de um grupo de formandos descontentes da escolha da ministra como paraninfa.

Na ocasião, Nara afirmou que as políticas do governo federal impulsionam desigualdade na sociedade. “Um modelo que é a cara da bancada ruralista. Um projeto de governo fundamentado e sustentado no capital e na desigualdade. Que em 2019 gerou incêndios de proporções assustadoras; Que prendeu e matou ambientalistas, indígenas, quilombolas, agricultores, mulheres, negros, lgbtqi+”, leu Nara.

A reunião de encontro da ministra com os formandos ocorreu hoje, na Sala da Congregação no Edifício Central da Esalq. Tereza Cristina foi escolhida pela diretoria como paraninfa das turmas. Os alunos dos sete cursos que colam grau em 16 de janeiro ficaram divididos e afirmam que não houve votação para a escolha.

Um governo que cerceia a ciência e a autonomia das universidades, que distorce informações, não se prepõe a ouvir as vozes nas ruas, mas suporta nos escuta por dois minutos em troca de publicidade e uma placa de homenagem”, complementou Nara.

Ao responder Nara, Tereza Cristina afirmou que o Brasil vive uma democracia e respeita o ponto de vista da formanda.  Ouça a resposta da ministra.

A cobertura completa da reunião você confere na edição do Jornal de Piracicaba de amanhã.

Andressa Mota

[email protected]

3 COMENTÁRIOS

  1. O atual governo com toda sua boçalidade conseguiu perder dinheiro europeu para investir na proteção da floresta . O desrespeito aos indígenas demonstra toda a covardia dessa tragédia de governo neoliberal, anarcoevangelico fundamentalista.

  2. Orgulho dessa jovem e dos alunos, professores e funcionários que ela representa. Me incluo nessa e me sinto representada pela fala dela também. Parabens! Vergonha é essa imposição de uma completa oposição a tudo o que representa a formação universitária, em especial pública, um centro de pesquisa como a ESALQ. Ainda bem que temos resistência e dignidade entre os jovens. É o que nos dá esperança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − 14 =