Protetora denuncia mortes de 12 gatos na Vila Rezende

Há 20 dias, uma gata apareceu morta, com sinais de envenenamento (Foto: Amanda Vieira/JP)

Protetoras de animais denunciaram ontem a morte de gatos na Vila Rezende provavelmente por envenenamento. Um Boletim de Ocorrência será registrado hoje na Polícia Civil sobre o desaparecimento de – ao menos – 12 animais.

Os chamados ‘gatos comunitários’ eram cuidados por vizinhos e protetores e há 15 dias desapareceram. Há 20 dias, uma gata apareceu morta, com sinais de envenenamento em uma área verde, na rua das Perdizes, onde os animais eram cuidados.

A protetora Thatyana Duda, registrou o problema em sua rede social chamando a atenção para o problema. Em vídeo ela pede à população local que observe a movimentação na vizinhança a fim de flagrar a movimentação de pessoas suspeitas.

Moradores fixaram cartazes nos postes informando sobre o crime (envenenamento) contra os animais.

Thatyana dosse que os gatos eram todos bem cuidados e não ofereciam risco à comunidade do bairro. “Até casinha de madeira eles tinham”, disse acrescentando que os felinos recebiam água e ração todos os dias.

A protetora disse que é policial e atua na defesa dos animais. Ela lembrou que a maus tratos a animais é crime.

De acordo com a lei federal 9.605 de 1.998, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos a pena prevista é detenção, de três meses a um ano, e multa.

Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

Em ambos os casos, a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorrer morte do animal.

Nas redes sociais muitas pessoas se solidarizaram com a situação narrada pela protetora. Outros internautas narraram ocorrências parecidas com o desaparecimento de gatos em outros bairros da cidade.

“Isso tem de acabar, vamos envolver a policia, uma hora envenenam gatos no Jardim Primavera, outra hora matam gatos no cemitério, agora vai começar isso aqui na Vila Rezende”, questionou.

“Vamos levantar mais informações, se alguém tiver material (Filmagem ou foto) pode me enviar, peço a colaboração de todos para combater esse tipo de atitude”, acrescentou.

Beto Silva